Índice FIRJAN: Extrema é a melhor do Brasil

Índice FIRJAN: Extrema é a número 1Criado pelo Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) para acompanhar o desenvolvimento socioeconômico do país, o IFDM avalia as condições de Educação, Saúde, Emprego e Renda de todos os municípios brasileiros.

Em sua nova edição o estudo traz comparações com outros anos da série histórica e projeções sobre a evolução do desenvolvimento por conta da deterioração do cenário econômico.

O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada cidade em quatro categorias: desenvolvimento baixo, regular, moderado e alto.

Foram avaliados 5.517 municípios, que abrigam 99,8% da população. Ficaram fora do índice cinco cidades criadas recentemente, que ainda não possuem dados suficientes para análise, e 48 que não declararam ou possuem informações inconsistentes.

Na avaliação de 2005 a 2013, a FIRJAN destaca que a nota geral do país avançou 21,3%. Nestes oito anos, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 35%, foram gerados quase 16 milhões de postos de trabalho formais e houve aumento do rendimento médio em 28%.

No ranking geral do IFDM, a FIRJAN aponta que 60,3% das cidades possuem desenvolvimento moderado e apenas 7,8% registram alto desenvolvimento.

Índice FIRJAN: pela 1ª vez a campeã não é paulista

Índice FIRJAN: Extrema é a melhor do Brasil

Índice FIRJAN: Extrema é a melhor do Brasil

O destaque positivo do índice é a cidade de Extrema (MG) – que saiu da 569ª colocação em 2005 para a primeira posição no ranking nacional na edição deste ano.

A cidade que ficou famosa pelo programa ambiental Conservador das Águas, é o segundo maior parque industrial de Minas Gerais sediando empresas como Bauducco, Kopenhagen, Panasonic e inaugura no dia 08 de dezembro, o Centro de Distribuição da Netshoes.

Para o vice-prefeito, João Batista, o “ponto marcante no desenvolvimento de Extrema foi a criação da Agenda 21, um planejamento estratégico para a cidade que abrange um período de 20 anos. Com o planejamento em mãos, criamos indicadores de performance para avaliar o desenvolvimento e a qualidade de vida e avançamos baseados neste documento”.

Coaching e Performance na Administração Púbica

Extrema se diferencia da grande maioria dos municípios brasileiros por fazer uso de ferramentas de gestão que são comuns na iniciativa privada, uma delas é o coaching para desenvolvimento das equipes e dos líderes. O coach, André Lodi é o responsável pelo Programa de Desenvolvimento de Líderes entre os servidors municipais e confirma o diferencial competitivo da cidade. “Acreditamos erradamente que o desenvolvimento de pessoas é restrito as empresas privadas, que isto nunca vai dar certo no setor público. E, confesso, que quando o vice-prefeito, João Batista me falou do projeto, fiquei surpreso. E hoje, me orgulho ao ver o crescimento das equipes e dos líderes e fico ainda mais motivado com o trabalho”.

Seguida de São José do Rio Preto (SP), Indaiatuba (SP), São Caetano do Sul (SP), Vinhedo (SP), Concórdia (SP), Votuporanga (SP), Paraguaçu Paulista (SP), Jundiaí (SP) e Santos (SP), que está na 10ª posição – todas com alto nível de desenvolvimento.

Acesse a Pesquisa Completa e a Coletiva de Apresentação do Estudo

http://www.firjan.com.br/ifdm/consulta-ao-indice/

http://www.firjan.com.br/ifdm/destaques/entrevistas/

Melhore a produtividade de seus colaboradores