Dilma Rousseff e o Líder de Alta Performance

dilma rousseff e o líder de alta performanceDar más notícias nunca é uma coisa agradável, não é mesmo? Mas, caberá sempre ao líder de alta performance o papel de comunicar as coisas boas e ruins, afinal, confiança se constrói com sinceridade.

Nem parece que 2015 está apenas no começo, não é? Foi tanta informação junto que o brasileiro se sente como se o primeiro semestre inteiro já tivesse passado. Petrobrás, aumentos, falta de água, apagão, corrupção, inflação…

Mas como sempre lembro, somos brasileiros e nascemos num país que não foi feito para amadores! Então, mesmo no meio do tiroteio é possível aprender muito e a lição de hoje vem da nossa presidente, Dilma Rousseff, aliás uma lição do que não deve ser feito na sua empresa, ok?

Uma recente pesquisa do Datafolha mostra que desde Fernando Henrique Cardoso, um presidente nunca foi tão mal avaliado como Dilma. Mas, será que esta avaliação é fruto apenas dos aumentos? Para mim é a soma de uma série de notícias ruins, mas principalmente, por conta da ausência dela. Apenas agora que a pesquisa “indicou” a insatisfação dos brasileiros ela planeja falar em rede nacional.

É fácil perceber a ausência de um líder na empresa, basta perceber o volume das fofocas ou da rádio peão. Quanto mais ausente, mais forte é o poder dos boatos. A melhor maneira de levar segurança, confiança e autoridade para os liderados é estar junto, conversando sempre, sejam boas ou ruins as notícias.

Liderança na prática

Transparência gera confiança Há alguns anos, fazia parte de uma equipe que trabalhava na recuperação de uma empresa em falência. Os salários estavam atrasados há mais de um mês, a situação era bem difícil. Naquele momento, eu era o encarregado de manter os colaboradores cientes de tudo o que acontecia e fiz tudo da forma mais transparente.

Em 10 meses recuperamos a empresa e ela passou a crescer. Quando chegamos no final do ano, já respirando com mais tranquilidade, fomos surpreendidos com uma faixa de agradecimento feita pelos colaboradores. Nunca ganhei um presente tão forte.

Quando a equipe sente confiança em seu líder, tem disposição e garra para atravessar os piores momentos. Mas se a equipe se sente abandonada, esqueça.

Pense em sua equipe agora mesmo e responda: como está sua comunicação? Qual o volume da rádio peão?

Você está fazendo como a Dilma?

Olá! Se você gostou do artigo, compartilhe com os amigos por e-mail ou pelas redes sociais. Assim você vai compartilhar conhecimento e ajuda a divulgar o Caminhando Junto. Obrigado!

Treinamento, Coach e Desenvolvimento de Líderes