Desenvolvimento de Líderes | O RH em tempos de crise

Desenvolvimento de Líderes. Vencendo a Crise.Em momentos de crise contar com líderes de alta performance faz toda diferença. É quando o Recursos Humanos pode ser ainda mais estratégico, entenda como.

O , revelou que “o clima econômico no Brasil está com a pior avaliação desde janeiro de 1991, época de hiperinflação e 18 meses antes de o Congresso Nacional decidir pelo impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello”.

Em momentos assim é natural que a pressão aumente bastante no departamento Comercial, na busca por mais e melhores vendas, e também no Financeiro onde a atenção com os custos fica ainda mais rigorosa.

Mas é o Recursos Humanos que tem um papel fundamental neste momento. Uma grande rede de concessionárias de automóveis conseguiu um crescimento impressionante nos últimos anos. Com o mercado em alta e crédito fácil, os clientes faziam fila para ter o carro novo.

Com este cenário, o foi negligenciado, a qualificação dos vendedores foi esquecida e o trabalho de fidelização dos clientes foi considerado “desnecessário”. Mas as coisas mudaram, o consumidor desapareceu e os pátios estão lotados. A pressão aumentou e como os líderes não foram preparados para lidar com um momento de crise, os principais talentos buscaram um ambiente de trabalho melhor.

No momento em que a empresa mais precisa dos líderes e de seus melhores colaboradores, eles debandaram.

No outro extremo, está uma rede de restaurantes que ao perceber os primeiros sinais de crise, pediu ao Recursos Humanos um plano de ação para crescimento! Algumas ações simples e eficazes foram aplicadas com excelente resultado, com aumento de 27% nas vendas.

Desenvolvimento de Líderes

Imediatamente foi iniciado um programa de fortalecimento dos líderes, para que estivessem prontos a lidar com as más notícias. Muitos colaboradores tiveram familiares e amigos demitidos, e é claro, ficaram emocionalmente abalados.

O papel motivador dos líderes foi fundamental.

Conversas Frequentes

As reuniões mensais se tornaram semanais, com apresentação de de atendimento ao cliente, venda sugestiva e também para os colaboradores dessem sugestões.

Foi de um colaborador a ideia de mudar a posição dos expositores de produtos de maior valor agregado, o que aumentou em 12% as vendas destes itens.

Prêmios de Curto Prazo

A cada semana, os melhores colaboradores ganharam pequenos prêmios como forma de manter o foco no resultado. Grandes prêmios muitas vezes estrangulam a margem de lucro e num momento de crise fica muito complicado.

Oferecer dinheiro também não é uma boa, pois compromete a continuidade. Entretanto, pequenos prêmios como smartphones, kits de maquiagem, vale compras em lojas de roupa, jantares para casal, são boas opções.

Não esqueça de sempre atrelar a premiação ao resultado, com a apresentação de indicadores.

Análise de Benefícios

Alguns , mas tem um peso enorme nos custos da empresa, como transporte, saúde e alimentação.

O Recursos Humanos deve envolver os fornecedores na discussão e na procura por melhorias, combater o desperdício, o uso irresponsável do plano de saúde e todos os pontos possíveis de otimização.

Ao envolver o fornecedor a responsabilidade é compartilhada e o resultado final é importante para ambos os lados. E se o fornecedor se recusar a participar?? Busque outros, o mercado está em crise e tem mais gente vendendo do que comprando!

Se você é empreendedor, entenda que o RH é o seu grande aliado. Apoie suas iniciativas! Se você é o RH, pense grande e com foco no resultado da empresa. Mostre todo seu potencial!


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.