Como destruir sua reputação

identidade_da_sua_empresaQual o ativo mais valioso da sua empresa? E para você, pessoalmente? As duas respostas são as mesmas: reputação. Seja empresa ou profissional, o tempo todo você mostra ao mundo que tipo de organização é. E quando esquece o poder que a Comunicação tem, comete erros que marcam para sempre. Como este…

Esta manhã um incêndio no centro da cidade de Pouso Alegre, no Sul de Minas, centralizou toda atenção da população. Não apenas pelo acidente e prejuízo, que não foram pequenos já que cinco lojas foram queimadas, mas também porque são lojas tradicionais, algumas com mais de 30 anos de atividade. Enquanto a população se manifestava com pesar pelas redes sociais, o vereador Hélio da Van (PT) decidiu mostrar vereador cria polemica no facebooktoda sua perspicácia e fez o seguinte comentário: “Começou o Liquida PA com total queima de estoque”.

A reação foi rápida e a publicação se transformou num viral, a reputação do vereador será sempre marcada por este comentário.

 

 

 

Atendimento ao Cliente

Mas e quando o funcionário não presta atenção ao que está fazendo, comete uma gafe com o cliente coloca a marca da empresa num viral deste tipo? A conversa abaixo é de um atendente da maior empresa de internet brasileira.falha de atendimento coloca empresa no ridículo

Há algum tempo, fui convidado por um amigo do Clube de RH para conversar com sua equipe sobre o assunto, se você ainda tem dúvidas e nunca conversou com sua equipe sobre o uso das redes sociais, sugiro que leia o artigo .

Seu ativo de maior valor é sua reputação. Toda vez que usa as redes sociais ou está agregando valor ou destruindo sua reputação.

Cuide de seu nome com mais critério e carinho, ok?

 

feedSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.