Planejamento | Dicas para recuperar o tempo perdido

Planejamento_para_criar_o_modelo_de_remuneração_estrategicaQuem não pensou nisso no fim do ano, deve aproveitar este inicio para desenvolver seu planejamento estratégico. Se o empresário não teve tempo para pensar no assunto, segundo Marina Bechtejew, especialista e consultora em franquias do escritório KBM Advogados, ainda dá tempo.  Para ela, o importante é se programar e fazer pesquisas e reflexões ligados ao negócio. Seguem algumas dicas:

    É de conhecimento de todos que qualquer negócio pode oferecer riscos. Contudo, é possível prevenir-se contra parte deles utilizando-se de ferramentas operacionais que auxiliam o administrador na tomada de decisões. Pode-se fazer um planejamento das despesas, ou ainda, um planejamento das ações de marketing;

    Olhe para trás: veja qual foi o seu desempenho em 2012 e entenda as razões para isso;

    Olhe para o futuro com o que aprendeu no passado: decida se é momento para crescer ou se é momento de arrumar a casa;

    Se for para arrumar a casa: estabeleça uma lista de prioridades e trace um plano para fazer tudo isso;

    Se a bagunça do ano anterior for muito grande, é necessário planejar como fazer para arrumar os desvios, de maneira a propiciar a manutenção da empresa. E, ao fazer tudo isso, cada item tem uma meta, seja de valores a serem atingidos (por faturamento ou economia), seja de prazos a serem cumpridos;

    Se a intenção é aumentar a empresa: estabeleça um limite condizente com a sua estrutura atual. Isso identificará possivelmente se será necessário aumentar pessoal, equipamentos ou espaço físico;

    Vá fundo nos planos: assim será possível entender se haverá custos, necessidade de contratação de um especialista;

    Tenha em mãos dados reais, provenientes de um exercício anterior. Assim, o primeiro passo é olhar o desempenho de 2012, verificar se houve crescimento, encolhimento, rotatividade de equipe, e quais foram às razões para isso. Final de ano é hora de fazer a “lavagem da escadaria”, para entrar no novo ano com planos de futuro, e não planos de sanar o passado, pois isso realmente tira a energia para fazer novos negócios;

    Pense bem antes de pedir empréstimos: se forem inevitáveis, estude as melhores opções e veja o quanto terá que faturar para pagar as parcelas e ainda manter toda a estrutura necessária. Nunca conte com um dinheiro incerto para dar passos arrojados (herança, promessas, venda de imóveis etc.);

    Mantenha uma reserva de capital;

    Elabore um fluxo de caixa;

    Faça uma lista com as datas dos impostos que devem ser pagos. Se possível, efetue o pagamento antes do seu vencimento;

    Faça uma lista dos contratos firmados incluindo as suas datas de vencimento, para que seja possível a negociação de uma renovação contratual. Lembramos que o locatário tem direito de pleitear a renovação compulsória do seu contrato de locação, mas para isso, precisa cumprir os requisitos legais, dentre os quais cita-se o prazo decadencial para a propositura da ação renovatória;

    Faça uma lista dos processos que seja parte, e verifique a possibilidade de encerrar a demanda, ainda que através de um acordo;

    Faça projeções com metas: sem elas, nunca será possível saber se o plano foi atingido;

    Faça planos pessoais que combinem com os planos que firmar para a empresa. Tenha em mente que o lucro é apenas um resultado que surgirá do seu trabalho contínuo;

    Conheça a sua identidade, saiba exatamente o quê faz e quem atende. Crises de identidade tiram o foco e prejudicam a perenidade da empresa;

    Tire férias: são essenciais

Marina Bechtejew é especialista em direito societário, contratos e contencioso cível, a advogada tem especialização em Direito Societário, junto à Fundação Getúlio Vargas; especializada em Direito dos Contratos pelo LL.M IBMEC/INSPER-SP, e bacharelado  em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Marina é membro da Ordem dos Advogados do Brasil, de São Paulo; Associação dos Advogados de São Paulo (AASP); e Associação Brasileira de Franchising (ABF).

feedSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.