Minas vai produzir semicondutores

industria de semicondutores em Belo HorizonteO ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, anuncia nesta segunda-feira (19/11), em Belo Horizonte, a construção da SIX Semicondutores, a mais moderna fábrica de semicondutores do hemisfério Sul.

O investimento de R$ 1 bilhão é fruto da sociedade entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a IBM (NYSE:IBM), a Matec Investimentos, a Tecnologia Infinita WS-Intecs e a SIX Soluções Inteligentes, empresa do grupo EBX. O BNDES vai financiar R$ 267 milhões do total investido.

:: Receba os artigos direto no seu e-mail assinando gratuitamente o Feed.  

A fábrica será instalada em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para produzir chips com aplicação na indústria e na área médica. É grande a demanda nacional e internacional nos dois setores. A unidade vai gerar 300 empregos diretos e terá como missão a inovação permanente.

“Estamos entre os cinco maiores fabricantes de computadores do mundo, mas ainda importamos muitos componentes. Queremos que isso mude”, diz Pimentel.

O diferencial competitivo da SIX Semicondutores será o atendimento a nichos de mercado, produzindo circuitos integrados customizados e obtendo, consequentemente, margens maiores do que na produção em massa de semicondutores. Uma das parceiras do projeto, a IBM é líder mundial no segmento de semicondutores. Especialistas da companhia de todo o mundo contribuirão com sua expertise e apoiarão o processo de desenvolvimento e implantação da nova fábrica.

SIX Soluções Inteligentes e BNDESPAR, braço de participações acionárias do BNDES, terão, cada um, 33% de participação na nova companhia, investindo o mesmo valor – R$ 245 milhões – no empreendimento. O BNDES também financiará R$ 267 milhões, sendo R$ 202 milhões na modalidade direta e R$ 65 milhões repassados pelo BDMG, que terá 7,2% das ações, por meio da subsidiária BDMGTEC, criada especificamente para atuar na SIX Semicondutores. A  Finep  aportará R$ 202 milhões em financiamento, sendo parte proveniente de recursos do Funttel.

O financiamento do BNDES é o primeiro a ser enquadrado no subprograma “Projetos Transformadores” do PSI. A inclusão da SIX no subprograma, que oferece condições especiais para empreendimentos em setores de alta tecnologia e que induzam ganhos de encadeamento, foi referendada pelo CIPT (Conselho Interministerial para Projetos Transformadores). Formado por representantes da Casa Civil, BNDES e quatro ministérios, o CIPT tem por finalidade analisar a elegibilidade dos projetos de investimento destinados à constituição de capacidade tecnológica e produtiva em setores de alta intensidade de conhecimento e engenharia.

O projeto e a construção da unidade industrial estão sob a responsabilidade da Matec Engenharia e Construções, que contará com o apoio da Kinetics Germany Gmbh. As obras foram iniciadas no primeiro semestre deste ano e a previsão é que o trabalho esteja concluído no final de 2014. Quando estiver em operação, a nova empresa deverá gerar 300 empregos diretos.

feedSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.

programa de desenvolvimento de equipes de alta performanceQuer melhorar o desempenho de sua equipe? Precisa desenvolver os líderes na sua empresa? Conheça as palestras e workshops dos consultores Adriano Carvalho e André Lodi.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.