ANS movimenta mercado com nova resolução

plano_de_saude_vai_oferecer_medicamentoA adoção da RN 310 da ANS pode significar um incremento de mais de R$ 1 bilhão em faturamento para as operadoras de plano de saúde. Para as empresas pode ser mais um passo na implantação de um conceito moderno de gestão de benefícios.

Estima-se que a Resolução Normativa da ANS – RN 310, publicada recentemente, que trata da oferta de medicação domiciliar e, que deverá viabilizar para às operadoras de planos de saúde a adoção de contratos e programas de oferta deste serviço aos seus beneficiários, deverá movimentar o mercado de com um incremento anual de cerca de R$ 1 bilhão. “Considerando a adesão parcial dos quase 50 milhões de pessoas que têm algum tipo de plano de saúde e o valor projetado do ticket médio dos programas a serem lançados este número é bastante viável”, diz o diretor comercial da ePharma, Marcos Brêda.

Para revolucionar este mercado e dar suporte à grande demanda que deve começar a surgir, as operadoras de planos de saúde já podem contar com um grande aliado, o sistema PBM – Pharmacy Benefit Management. “Até o momento, qualquer investimento neste setor significaria fazer mais com o mesmo, agora, é dinheiro novo entrando no mercado”, ressalta Brêda.

Com quase 13 anos no mercado, a ePharma  empresa líder neste segmento, está atenta as oportunidades que devem surgir para as operadoras de planos de saúde que poderão ampliar a gama de serviços e também para as empresas, visto que as áreas de gestão de pessoas, Recursos Humanos e Gestão de Benefícios poderão incluir em seus planejamentos um benefício já considerado em diversos países, fundamental para a diminuição dos custos totais com a saúde.

“Temos estudos realizados em nosso banco de dados que confirmam que a descontinuidade dos tratamentos é um dos fatores que agravam significativamente o ”, destaca Brêda. “Outra consequência importante é a diminuição da sinistralidade nos hospitais e prontos socorros com a adoção da oferta de medicamentos para uso domicilar”, completa Brêda.  Para oferecer produtos que atendam as indicações da nova Resolução, as operadoras de planos de saúde podem contar com os serviços da ePharma, principal provedora de soluções de gestão e regulação do mercado brasileiro de PBM’s.

Por meio de uma extensa lista de medicamentos contratada com descontos diferenciados junto à indústria farmacêutica, a ePharma garante a plena cobertura para atender esta RN. Além disso, a empresa esta conectada com a maior e mais bem distribuída rede de varejo farmacêutico do país, presente em todos os estados da federação e no Distrito Federal.  E, por fim, dando suporte a toda operação, está o mais seguro e compreensivo Sistema Autorizador do segmento, que processa atualmente mais de três milhões de transações por mês, para mais de 22 milhões de beneficiários. Seu processo de entrega domiciliar possibilita a dispensação de cerca de 10 mil prescrições ao mês.

Segundo Brêda, “Esta pode ser a mais importante resolução da ANS nos últimos 10 anos, pois desta vez a Saúde sai ganhando efetivamente, isso porque o beneficiário dos planos de saúde passarão a ter a acesso aos medicamentos prescritos por seu médico”.

feed_canecaSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.

desenvolvimento de equipes engajadas e de alta performanceQuer melhorar o desempenho de sua equipe? Precisa desenvolver os líderes na sua empresa? Conheça as palestras e workshops dos consultores Adriano Carvalho e André Lodi. 


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.