Os líderes e a eleição

Os líderes e a eleiçãoHá um bom tempo atrás, li uma frase que nunca mais esqueci: “toda vez que os competentes não assumem o controle, os incompetentes o fazem”. É uma lição que serve para os empreendedores, para os gestores e principalmente para os líderes de alto impacto.

Top Blog :: Seu voto pode ajudar o Caminhando Junto a ser eleito o melhor blog da categoria Comunicação. Clique aqui para votar no Caminhando Junto 

Dar um passo à frente é uma escolha, algo que ninguém pode fazer por você. O problema é que tomar uma posição de liderança envolve correr riscos, dar sua opinião, mostrar a direção que acredita ser a certa. E para a maioria das pessoas viver de maneira medíocre basta. Para estas pessoas, trabalhar e estudar parece um sacrifício tão grande que não vale à pena tentar; para estas pessoas trocar a TV por um curso, um evento ou mesmo uma boa leitura também é pesaroso; para estas pessoas trocar a segurança de um salário fixo pelo risco de realizar seus sonhos mais preciosos é um salto perigoso demais.

Porque devemos todos pensar sobre isto neste momento? Porque no domingo vamos eleger os líderes que guiarão nossas cidades pelos próximos 4 anos. A experiência nos mostra que até aqui temos errado vergonhosamente na escolha destas pessoas. Entretanto, os bons ventos que sopram do STF me dá um novo alento de esperança. Esperança de ver grandes líderes sendo escolhidos para administrar nosso país; esperança de que os corruptos não se sintam mais tão intocáveis.

A escolha dos prefeitos e vereadores é um passo extremamente importante para nosso futuro. Acompanho as propagandas políticas de várias cidades e vejo que a maioria não sabe o que diz, nem sequer sabe o que um vereador pode fazer, então prometem sem qualquer medo ou vergonha. Poucos, bem poucos tem um projeto de desenvolvimento possível e relevante.

Vejo algumas cidades na crista da onda, aproveitando intensamente o momento da economia brasileira, enquanto outras parecem paradas no tempo saboreando glórias do passado. As falhas destes líderes serão sentidas por décadas. Vemos isto na qualidade de nossa Educação, pois em algum momento lá atrás, um líder afirmou que não era interessante educar nossa gente. Agora vemos líderes defendendo o consumo exacerbado e o crescente endividamento das famílias como o rumo certo para o desenvolvimento.

Vários candidatos afirmam que vão atrair empresas de alta tecnologia, mas não percebem que o motor para estas empresas são as instituições de ensino de excelência e por ai vai.

Os critérios de escolha do candidato são muito pessoais, mas rezo para que tenhamos critérios mais rigorosos em nosso julgamento à exemplo do ministro, Joaquim Barbosa.

feed_canecaSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.

liderança e as eleiçõesQuer melhorar o desempenho de sua equipe? Precisa desenvolver os líderes na sua empresa? Conheça as palestras e workshops dos consultores Adriano Carvalho e André Lodi.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.