Benedito Milioni no Clube de RH de Extrema

indicadores de produtividade para o RHO grande desafio do profissional de RH tem sido demonstrar em números o quanto a gestão de pessoas é capaz de agregar valor ao negócio. Para o professor, Benedito Milioni, há maneiras de se fazer isto sem que o RH perca o seu foco: as pessoas. Ele foi o convidado do Clube de RH de Extrema e Região.

:: Receba os artigos direto no seu e-mail assinando gratuitamente o Feed.  

Acostumado aos grandes auditórios, o professor Benedito Milioni, autor de 27 livros sobre Administração e Recursos Humanos, foi recebido no alto da reserva ecológica Pico dos Cabritos, sede do Clube de RH de Extrema e Região. No salão de eventos, mais de 60 profissionais vindos de Pouso Alegre, Nazaré Paulista, Atibaia, Extrema, Itapeva e outras cidades, estavam ansiosos para ouvir o professor comentar sobre sua experiência na geração de indicadores de produtividade do RH.

professor, Benedito Milioni e o gerente de RH, Andre MancusoE mais do que falar sobre fórmulas, que podem ser encontradas na internet, Milioni abordou as mudanças no perfil do profissional de RH para a nova economia brasileira. Lembrou que “é muito importante que o executivo tenha um bom conhecimento sobre estatística básica e matemática financeira, afinal, ele deve ser entendido por outros executivos na empresa.”  Frisou ainda que ao lidar com indicadores é importantíssimo se perguntar “o quê deve ser medido, porquê e para quem” antes de começar qualquer levantamento.

Sem saber qual o objetivo de um indicador, será tempo perdido e informação inútil.

Benedito Milioni falou de suas obras e da evolução dos indicadores de RH ao longo de sua carreira e antecipou novidades do próximo livro que pretende lançar ainda em 2012.

Mas, os sócios e convidados do Clube de RH puderam absorver bem mais do que conhecimento técnico, para o gerente de RH do Atibaia Residence Hotel, André Mancuso, “a generosidade em dividir o conhecimento, seja na palestra, por e-mail ou nas conversas, mostra exatamente o que o RH deve ser na empresa. Quando o professor diz que o RH não pode deixar o colaborador se sentir só na organização, isto é a chave de tudo”.

feedSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.

programa de benefícios atração e retenção de talentosQuer melhorar o desempenho de sua equipe? Precisa desenvolver os líderes na sua empresa? Conheça as palestras e workshops dos consultores Adriano Carvalho e André Lodi.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.