Ilhas de Excelência: pessoas e organizações

Investir na equipe é investir em melhores vendas e atendimentoNa semana passada escrevi um post comentando as perdas de quem não foi ao , e, hoje levei um puxão de orelhas de uma colega que não pode participar. Então, agora falo um pouco sobre a relação entre as “ilhas de excelência” e a performance das equipes.

Nos últimos anos a ABTD vem realizando a pesquisa Retratos do Treinamento no Brasil, um levantamento de indicadores que tentam revelar a situação do investimento em T&D nas organizações. Os dados revelam por exemplo que o número médio de horas/ano por colaborador em treinamento no Brasil não difere tanto dos EUA ou Europa, ficando na média de 40 horas. Olhando assim seria ótimo, mas abrindo os números veremos que enquanto o número de horas de treinamento no setor financeiro é de 92 horas/ano, muitas organizações não chegam a 20.

:: Receba os artigos direto no seu e-mail assinando gratuitamente o Feed.

, são também as que apresentam os melhores índices de produtividade e lucro. Coincidência? De maneira alguma, afinal, se quero mais suco o primeiro passo é aprender a espremer melhor as laranjas. A é basicamente ajudar a empresa a tirar o máximo de seus colaboradores.

Ilhas de Excelência

O jovem que acaba de se formar na faculdade, já deseja uma pós-graduação, é o caminho natural em busca da excelência. Mas sob um olhar macro, é tão ou mais relevante, que se crie mecanismos para que o jovem que ainda não entrou na faculdade, entre. Ao ampliar o acesso ao conhecimento e novas metodologias de trabalho, o nível geral sobe. Isto significa dizer que ao invés de “ilhas de excelência, é muito melhor buscarmos continentes de excelência”, entende?

Então, quando digo que os que mais precisam não foram ao Fórum, não me refiro às ilhas de excelência, não falo do profissional que já busca naturalmente o seu desenvolvimento ou das organizações que já tem consciência da importância deste processo. Falo sim, do empresário ou executivo que ainda acredita que é possível fazer a organização crescer sem investir em sua equipe, que diz aos quatro ventos: eu não perco meu tempo numa palestra. São estas pessoas e organizações que frequentam a Justiça do Trabalho, que são , que perdem seus maiores talentos por bobagem, e, em consequência disto tudo, .

Afinal de contas, porque se fala tanto em desenvolver talentos? É claro que é para fidelizar os clientes atuais e conquistar novos. Como? Melhorando os indicadores de atendimento, tornando a Comunicação entre empresa e clientes mais eficiente, reduzindo custos diversos, ganhando eficiência através da inovação e por ai vai.

Mas tem um jeito de conseguir isto tudo sem a busca de conhecimento? Se souber, me avise.

Nada melhor do que um café lendo o Caminhando JuntoSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.

O jornalista, Adriano Carvalho mostra como usar as redes sociais na Comunicação da empresaQuer melhorar o desempenho de sua equipe? Precisa desenvolver os líderes na sua empresa? Conheça as palestras e workshops dos consultores Adriano Carvalho e André Lodi.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.