Motivação, trabalho em equipe e cultura organizacional

Conhecer a cultura da empresa é necessário para fazer parte do timeNuma atividade na empresa tivemos um pequeno debate com os ingredientes: motivação, trabalho em equipe, cultura organizacional e resultados. Só de misturar estes ingredientes, sabemos que a solução não é simples, muito menos há uma receita de bolo. Cada organização deve construir seu caminho.

A solução é ainda mais difícil por que o atual momento do mercado brasileiro coloca em posições bem diferentes o profissional e a empresa. O apagão de talentos torna a atração e retenção de talentos um desafio diário. Na falta de mão-de-obra pouquíssimas empresas podem se dar ao luxo de perder gente boa, sabedor desta situação o profissional quer sempre o melhor programa de benefícios e maiores ganhos. Só que no outro lado do tabuleiro está a empresa vivendo um momento de competição global, vigilância acirrada sobre custos e uma necessidade de melhores resultados sobre os investimentos. Está criada uma conta que não bate.

Motivação

Para mim, motivação é como fé. Ou você tem ou não tem. E quando você tem fé, ela não fica maior porque o padre ou o pastor te abençoou. Motivação também é assim, ou você tem tesão pelo seu trabalho ou não tem. E, seguindo a analogia, não há palestra ou curso que lhe ensine a ficar motivado.

Acredito que seja um estado mental de acordar sabendo o que me faz sair da cama todos os dias, é a felicidade de comemorar um bom projeto, muitas vezes sozinho dentro do carro, após uma reunião com o cliente; ou ainda, o compromisso ferrenho de ajudar a resolver o problema do cliente, pelo simples fato dele ser o MEU cliente.

Programas de desenvolvimento e treinamento de liderança são muito importantes para dar um norte, alinhar o pensamento e definir estratégias, mas ninguém coloca em seu coração, algo que já não exista nele.

Meio avião não voa, meio navio afunda, meio profissional fracassa.

Trabalho em Equipe

Mesmo para os grandes talentos da música conseguirem brilhar é preciso uma equipe. Neymar é o maior artilheiro isolado do Santos pós-Pelé, mas ainda assim, precisa do restante do time para brilhar. Nas empresas acontece o mesmo. Cada um tem que se lembrar disto, quando entro na empresa, o meu sucesso pessoal está nas mãos de todos os meus colegas. Quando esquecemos isto, naufragamos.

Resultado

O primeiro compromisso de uma empresa é com o lucro. Sem lucro torna-se um câncer na sociedade, pois irá falir e deixará marcas na vida dos sócios, colaboradores, fornecedores e comunidade. Seus deveres vão além disto, claro que sim, mas sem resultados não amplia, não desenvolve tecnologia, não qualifica equipes, não participa da vida da comunidade, não existe.

Já tive a responsabilidade de comunicar o encerramento das atividades de uma empresa a seus funcionários, não há como descrever. Também já tive a responsabilidade de comunicar aos funcionários de outra empresa que determinada estratégia tinha dado resultado e os salários seriam postos em dia, também não há como descrever.

Cultura organizacional

Para mim, a única maneira de conciliar tudo isto é o desenvolvimento de uma Cultura Organizacional forte. Uma organização que conhece claramente sua cultura e seus valores sabe que tipo de gente deve atrair. E quando o profissional sabe que tipo de ambiente irá encontrar, sabe se terá tesão em estar ali e fazer parte das conquistas ou não.

Como profissional jamais mantive contato com empresas ou clientes que tivessem uma cultura contrária a minha. Ao trabalhar com algo que você acredita e ao lado de pessoas que acreditam no mesmo, certamente, irá se engajar e aplicar 100% de seus talentos, estará constantemente motivado para novas conquistas e tudo isto trará bons resultados para a empresa.

Por outro lado, para o profissional que espera encontrar no ambiente de trabalho um ambiente tranquilo, compartilho uma historinha contada numa das maiores empresas em que trabalhei: “ O diamante é um pedaço de carvão que foi submetido à intensa pressão e altas temperaturas. Mas se você não se transformar em diamante, pode acabar sendo o carvão no churrasco de alguém”.

Olá! Se você gostou do artigo, compartilhe com os amigos por e-mail ou pelas redes sociais. Assim você vai compartilhar conhecimento e ajuda a divulgar o Caminhando Junto. Obrigado!

Liderança e Motivação. A História dos 2 Sonhos