Atitude | Como você reage diante de um problema?

atitude_diante_dos_problemasA maneira como cada um de nós responde às dificuldades revela muito sobre nossas crenças e valores. Para alguns um obstáculo é sempre uma oportunidade e motivo para empreender, para outros é um sinal para desistir.

:: Receba os artigos direto no seu e-mail assinando gratuitamente o Feed.

Nos últimos anos uma palavra complicada veio definir a capacidade de resposta que uma pessoa tem diante das dificuldades: resiliência. Imagine que você é uma barra de ferro e é dobrado ao máximo, depois é trazida há forma original. Resiliência é a capacidade que esta barra tem de sofrer a dobra e voltar à forma natural sem se romper. Trocando em miúdos, significa o quanto você é capaz de suportar a pressão.

Mas somente a resiliência não te faz um profissional de alta performance, é preciso outros ingredientes, e um deles é a sua atitude diante dos obstáculos.  O texto a seguir é adaptado de uma história de Portia Nelson e mostra cinco formas diferentes de agir na mesma situação.

1 – Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu estou distraído, pensando em mim, e caio lá dentro. Me sinto perdido, infeliz, incapaz de pedir ajuda. Não foi minha culpa, mas de quem cavou aquele buraco ali. Eu me revolto, fico desesperado, sou uma vítima da irresponsabilidade dos outros, e passo muito tempo lá dentro.

2 – Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu finjo que não vejo, aquilo não é meu problema. Eu caio de novo lá dentro. Não posso acreditar que isto aconteceu mais uma vez, devia ter aprendido a lição, e mandado alguém fechar o buraco. Demoro muito tempo para sair dali.

3 – Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu o vejo. Eu sei que ele está ali, porque já caí duas vezes. Entretanto, sou uma pessoa acostumada a fazer sempre o mesmo trajeto. Por causa disso, caio uma terceira vez; é o hábito.

4 – Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu dou a volta em torno dele. Logo depois de passar, escuto alguém gritando – deve ter caído naquele buraco. A rua fica interditada, e eu não posso seguir adiante.

5 – Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu coloco tábuas em cima. Posso seguir meu caminho, e ninguém mais tornará a cair ali.

Qual destas atitudes você toma no dia-a-dia?

feedSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto,seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.