Gratidão | Já praticou hoje?

gratidão_pela_vidaNos últimos dias, me deparei com uma questão que a meu ver tem se tornado cada vez mais evidente no comportamento das pessoas. O modelo de vida atual nos leva a crer que somos o centro do universo e que o nosso poder de consumo é capaz de satisfazer toda nossa felicidade. Você acredita nisto? Se a resposta por sim, nem precisa continuar lendo.

:: Receba os artigos direto no seu e-mail assinando gratuitamente o Feed.

Para quem acredita que a solução de todos os problemas está no poder de comprar a roupa da moda ou o carro do ano, desculpe, mas vou colocar areia nos seus sonhos. “O consumo no mundo cresceu seis vezes ao mesmo tempo em que a população cresceu apenas 2,2 vezes. Quer dizer: o consumo por pessoa cresceu três vezes nos últimos 50 anos”, destaca o presidente do Instituto Akatu, Hélio Mattar.

O poder aquisitivo aumentou de modo geral e principalmente no Brasil, as empresas conseguem fabricar tudo o que você precisa ou não e o mercado leva até as cidades mais distantes todos os últimos lançamentos. Mas isto não é só.

A revista científica britânica Lancet derruba o mito da “felicidade brasileira”: os suicídios são a terceira causa de morte no país, e subiram 29,5% em 25 anos. O Sudeste, a região mais rica do país, lidera com 9,4 por 100 mil habitantes. A revista critica o fiasco do plano nacional de prevenção, criado em 2006. De onde vem tanta infelicidade?

Reportagem da Rádio CBN revela que a venda de livros de auto-ajuda cresceu 700% no Brasil, já o livros religiosos representam 40% das vendas segundo outra reportagem do UOL.

Então, o que está errado?

Para responder, vou fazer uma pergunta: você pratica a gratidão?

gratidão_no_trabalhoQuando foi a última vez que ligou para as pessoas que realmente estão do seu lado quando a coisa fica feia? Porque ser amigo na festa ou na promoção é fácil, fácil, mas ser amigo quando se perde o emprego ou quando falta a grana ou ainda quando há um problemão de saúde, é outra história. Costumo brincar que é fácil descobrir o seu grande amigo, é aquele que é voluntário para te ajudar na mudança de casa, no sábado de manhã. Tem coisa mais chata do que isto?

Segundo a Wikipédia: “A gratidão é o ato de reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, um favor etc. A gratidão é uma emoção, que envolve um sentimento de dívida emotiva em direção de outra pessoa; frequentemente acompanhado por um desejo de agradecê-lo, ou reciprocar para um favor que fizeram por você. Num contexto religioso, gratidão também pode referir-se a um sentimento de dívida em direção de uma divindade, e.g. a expressão de gratidão a Deus é um tema central do cristianismo.”

Ao nos sentirmos senhores do destino, esquecemos-nos de quem nos ajuda ao longo da jornada, não telefonamos, não visitamos, esquecemos o aniversário, achamos uma chatice participar da formatura de um conhecido, não temos tempo de ir ao velório dar um abraço no amigo que perdeu um familiar.

Com o tempo passa a ser natural lembrar-se do outro somente no momento de pedir um favor. As redes sociais estão cheias de gente assim. Que não contribuem com nada, não partilham nada, mas estão sempre pedindo um emprego, uma indicação, um favor.

Mas, me diga, você tem sido grato?

feedSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto,seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.