Gestão | Como tirar férias sem culpa

familiana praiaÉ preciso dar um tempo para recuperar o equilíbrio, a disposição e voltar a produzir. Vai ser bom para todo mundo.

O especialista em administração do tempo, Christian Barbosa, revela 4 técnicas para você conseguir o que parece impossível: tirar férias sem remorso.

:: Receba os artigos direto no seu e-mail assinando gratuitamente o Feed. 

Retornei há pouco das minhas férias! Aproveitei para viajar com a família e realmente descansar. Apesar de viajar muito ao longo do ano para eventos ou para fora do País, isso não significa descansar nessas ocasiões.

Em uma viagem profissional você tem toda a preocupação ligada à viagem, a reunião, ao evento e por ai vai. Raríssimas vezes consegui descansar em alguma viagem a trabalho, por mais paradisíaco que fosse o local.

Dessa vez eu relaxei e deu até para tomar uma corzinha (evoluindo da minha cor padrão branco-verde-musgo escritório). Mas durante muitos anos da minha vida era simplesmente impossível pensar em sair de férias como todo mundo faz. Ouço muito isso de empreendedores, gestores ou de profissionais “críticos” em empresas: “eu não posso sair de férias que a empresa pára”. Então vamos tratar desse assunto por aqui.

Em primeiro lugar entenda que sua capacidade de ser produtivo está diretamente relacionada à sua capacidade de se equilibrar. Ou seja, se você está em um estresse constante vai perder performance e muitas vezes nem se dá conta disso. Se esse ciclo não for interrompido (com férias, por exemplo) você vai acabar sentindo os sintomas no corpo (gripes, gastrites, dores de cabeça, etc.) ou no resultado do trabalho (esquecimentos, erros, etc.). Você precisa de férias em algum momento.

Quando eu falo de férias, não significa necessariamente os 30 dias padrão, pode ser alguns dias apenas, o importante vai ser a qualidade desse período. Eu mesmo não agüento ficar mais de 15 dias longe da empresa. E assim ainda posso ter um segundo período em outra época do ano.

Se você não pode tirar férias alguma coisa está errada na empresa. Até médico, vendedor autônomo, etc. tiram férias. Veja alguns pontos que sugiro que você revise para tornar esse período possível:

1 – Crie Processos – Muitos gestores não conseguem sair de férias porque tudo está centralizado com eles, o “como fazer” quando algo acontece é sempre “personalizado” e está apenas na mente do gestor. Se este é seu caso, seu trabalho é transformar as pequenas dúvidas ou procedimentos do dia a dia, em processos documentados e devidamente publicados. Na Triad, nossa Intranet possui 90% dos principais procedimentos da empresa. Caso algo novo aconteça que precise do time me perguntar, eu já adiciono uma tarefa para criar ou revisar o processo. Meu papel é focar no estratégico, em inovação, em sugestões, em problemas diferentes e não no operacional no dia a dia.

2 – Tenha Pessoas ChaveO papel do líder é criar sucessores, ou fica  impossível de você subir na empresa ou de pelo menos poder tirar férias. A época do monarca soberano na empresa acabou. É necessário investir em pessoas, em treinamento, em conhecimento para priorizar as coisas.
A área mais delicada que gerencio é sem dúvida Software (Neotriad, etc.), nessa área tenho duas pessoas muito competentes que me substituem completamente, a primeira é o Igor, meu gerente de desenvolvimento que está há mais de uma década comigo e gerencia toda a área. A outra é o Bonna, que é o responsável técnico pelo Neotriad. Ambos tomam as decisões e se viram para fazer a coisa acontecer. Claro que vez ou outra eles me mandam e-mails com coisas que preciso aprovar, mas o dia a dia, eles tocam como uma orquestra! O que fazemos é sentar e definir as prioridades e durante esse período a coisa anda. Hoje quando cheguei simplesmente fui ver a equipe no Neotriad e analisar as tarefas que foram realizadas e o que não foi feito.

3 – Utilize períodos de feriado – Eu não gosto de tirar férias quando todo mundo tira férias, além de perder dinheiro pela alta estação, ainda consome mais dias úteis. Eu aproveitei o feriado de 7 de setembro e do dia 8 de setembro (em Santos) para iniciar as férias, assim perco menos dias úteis. O Igor, por exemplo, aproveita sempre o final do ano para tirar férias em Janeiro, emendando as férias coletivas. Outra dica é analisar os períodos sazonais do seu negócio e aproveitar este momento para sua saída.

4 – E-mail nas férias? – Quem me conhece sabe que sou viciado em tecnologia, mas quando estou de férias, procuro ver e-mails apenas a cada dois dias, em geral à noite, vendo minha novelinha ou depois das crianças dormirem. Costumo desligar meu smartphone também. Assim eu consigo desligar completamente da empresa. Se algo urgente pegar, eu tenho a certeza que vão me ligar, então nem esquento. Todos os e-mails que respondi e que ficaram dependentes aguardando alguma posição minha já me ajudam a pensar em como posso delegar ou automatizar o processo. Tudo é aprendizado.

Férias ou períodos mais curtos de descanso são essenciais para ajudar você e a empresa a crescer. Além disso, você traz idéias novas, arejadas e disposição para colocá-las em prática. Não seja negligente com você, da próxima vez que pensar em férias, leve esse assunto muito a sério. Vai ser bom para todo mundo!

Christian Barbosa – Maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade, é fundador da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros A Tríade do Tempo e Você, Dona do Seu Tempo, Estou em Reunião e co-autor do Mais Tempo, Mais Dinheiro. www.triadps.com.br e www.maistempo.com.br

feedSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto,seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.