5 mudanças importantes no Plano de Saúde em 2012

gestão_do_plano_de_saudeO ano começou à todo vapor e no primeiro post de 2012 vamos entender o impacto de 5 importantes mudanças no plano de saúde. Ampliação do número de procedimentos obrigatórios, descontos para empresas que investirem em promoção à saúde do trabalhador, mapa da rede credenciada e muito mais. Em 2011, a ANS publicou 42 Resoluções Normativas, entenda o impacto para a gestão do plano de saúde na sua empresa.

Os últimos dois anos foram de muito trabalho para a Agência Nacional de Saúde (ANS), órgão do governo que regulamenta a saúde suplementar no Brasil. Mais do que simplesmente publicar novas regras, a ANS vem buscando a participação da sociedade através das consultas públicas e, principalmente, dando um novo perfil à saúde suplementar, garantindo o acesso dos usuários a procedimentos mais modernos que garantam o diagnóstico mais rápido e mais eficaz.
Se por um lado isto significa maior atenção à saúde dos brasileiros que utilizam um plano de saúde, por outro lado, a conta vai ficando cada vez mais salgada para quem paga. Nos últimos anos, o plano de saúde empresarial se firmou como a segunda maior despesa, atrás apenas da folha de pagamento. Isto significa que o RH deve olhar com muita atenção à gestão do benefício, entender o que é a sinistralidade e, principalmente, exigir maior atuação dos fornecedores.
2012 chegou à todo vapor e o Caminhando Junto sintoniza você com as principais mudanças no plano de saúde empresarial:
:: Nova listagem de coberturas obrigatórias – A RN 262 trouxe cerca de 60 novos procedimentos para o ROL obrigatório. O Rol de Procedimentos é a listagem mínima de consultas, cirurgias e exames que um plano de saúde deve oferecer. São 41 novas cirurgias, entre elas a cirurgia bariátrica.
:: Buscador do ROL – Para facilitar a vida dos usuários de planos de saúde, a ANS criou um sistema de consulta para a lista de procedimentos. Para ajudar na pesquisa, o buscador inclui a correspondência com a Terminologia Unificada da Saúde Suplementar (TUSS) e sinônimos de diversos procedimentos em linguagem leiga.
:: Mapa da Rede Conveniada na Internet –  partir de junho de 2012, as operadoras de planos de saúde deverão divulgar suas redes assistenciais nas suas páginas na internet. É o que determina a Resolução Normativa nº 285, publicada em 26/12/2011, pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A norma permitirá não somente que o beneficiário da operadora localize, de forma mais fácil e ágil, todos os prestadores de saúde do plano contratado como também que qualquer cidadão pesquise informações sobre a rede credenciada de prestadores de qualquer operadora de saúde do país. 
As operadoras com número superior a 100.000 (cem mil) beneficiários deverão apresentar, no mínimo, georreferenciamento por meio de imagens ou mapas que indiquem a localização espacial geográfica de cada prestador de serviço de saúde, através de mapeamento geográfico dinâmico. As operadoras com número de beneficiários entre 20.000 (vinte mil) e 100.000 (cem mil) deverão adotar o georreferenciamento, através de mapeamento geográfico.
:: Tempo Máximo para Atendimento – A RN 259 foi publicada em junho de 2011 e deu tempo para que as operadoras se preparassem para atender o prazo máximo de espera, que varia de 3 a 21 dias dependendo do procedimento. Você pode consultar os prazos aqui.
:: Desconto para Promoção à Saúde – a Resolução Normativa 265 incentiva a participação dos beneficiários em programas de envelhecimento ativo, com a possibilidade de descontos e prêmios.
Programas voltados para o envelhecimento ativo envolvem ações para a prevenção e para o acesso a cuidados primários de saúde que visam detectar e gerenciar precocemente as doenças crônicas. Estas, associadas à idade avançada, são responsáveis pela maior parte das perdas da capacidade funcional dos indivíduos. Em sua maioria, as doenças crônicas são passíveis de prevenção com base nos cuidados primários de saúde ao longo da vida.
As empresas que desenvolverem programas assim podem ter, segundo a RN, um desconto de até 30% na mensalidade no plano de saúde, e, os beneficiários que fizerem parte também podem ser premiados.
Este é um ponto estratégico na gestão do benefício pois pode contar com o envolvimento de diversos fornecedores do RH como alimentação, segurança do trabalho, médico do trabalho, ginastica laboral e outros, que no fim das contas, vão gerar economia, maior produtividade e também maior retenção de talentos.
Esta regra ainda é facultativa, mas acredito que em breve será obrigatória, por isto, você já pode planejar a promoção à saúde na sua empresa. E por fim, a dica é contar com uma consultoria de benefícios que realmente ajude o seu RH a ser mais estratégico, como? Leia este post e descubra como obter melhores resultados sem gastar mais.
 
feed_canecaSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto,seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.