Opinião | A Ditadura da Ignorância

o_conhecimento_transforma_o_mundoHá um bom tempo aprendi que apenas a educação pode mudar uma realidade. Diversas pesquisas mostram que o salário de um profissional com nível superior é incrivelmente maior do que o seu concorrente sem estudo; o acesso à informação proporciona melhores cuidados com a saúde e higiene e assim por diante, até chegar no impacto que o conhecimento tem sobre o desempenho empresarial. Nas últimas três noites desta semana, participei do I Fórum Empresarial Minas Sul, em Pouso Alegre, e as lições só confirmam minha crença.

:: Receba os artigos direto no seu e-mail assinando gratuitamente o Feed.

O evento organizado corajosamente por Evandro Sant’Anna e Eliane Torri da Sapucaí Consultoria, trouxe ao Sul de Minas três grandes mentes da economia brasileira: o economista, Roberto Macedo; o ex-ministro da economia, Maílson da Nóbrega e a jornalista, Salete Lemos. A primeira noite teve um caráter extremamente didático, típico de um professor, mas Roberto Macedo mostrou, com toda paciência, inúmeros graficos para explicar a crise e seus reflexos na economia brasileira.

Alinhou seu raciocínio abordando economia mundial, o desempenho brasileiro e, culminando, na administração financeira pessoal, e neste momento deu um recado claro: “as mulheres é que devem fazer previdência privada urgente. Porque elas vivem mais do que os homens e quando eles morrem, não deixam renda nenhuma para a velhice.”, explicou Roberto Macedo.

A segunda noite trouxe a experiência de quem viu a economia brasileria do lado de dentro, Maílson da Nobrega, também discorreu sobre os números da crise, os dados da economia brasileira, mas foi além, abordou questões importantes como as Instituições. Para ele, o fortalecimento de alguns conceitos no Brasil impedem que o passado seja revivido. Por exemplo, a Democracia, ou você imagina um novo regime ditatorial por aqui?

O fechamento do evento foi feito de maneira brilhante pela jornalista, Salete Lemos, uma língua afiada e uma mente ágil para abordar a economia dos países do BRIC. Na fala da conferencista, entretanto, houve uma surpresa. Ela ressaltou com muita ênfase a importância das pessoas presentes terem saído de casa, algumas vindo de outras cidades, em busca do conhecimento. “Isto é estar conectado, e, estar conectado neste momento é aproveitar as oportunidades que este novo Brasil está oferecendo”, disse. Sua linha de raciocínio foi além dos números e abordou o comportamento da pessoas, “você olha o colega do lado e acha que ele é seu concorrente? Engano. Seu concorrente é o lugar vago ao lado, que no futuro muito breve pode ser ocupado por um chinês.”, lembrando dos inúmeros investimentos que a China vem fazendo no Brasil todo, inclusive no Sul de Minas.

Mais do que dados, o Fórum Empresarial Minas Sul tratou de idéias, conceitos, caminhos que podem e devem ser trilhados pelos brasileiros, para que as muitas oportunidades tornem-se de fato conquistas e realizações. Mas, o evento também trouxe lições pelas faltas, vamos a elas.

Lideranças

O número de líderes presentes foi baixíssimo. Prefeitos, secretários, vereadores, líderes de organizações de classe, em sua maioria não tiveram tempo, agenda ou vontade de participar. Faz tempo que o poder público não acompanha a evolução da iniciativa privada, mas desta forma, não vai acompanhar mesmo. Porque empresários e profissionais não tem preguiça de viajar até 100 Km para absorver boas idéias. A Fagor Ederlan patrocinou a vinda de dois grupos de funcionários de Extrema à Pouso Alegre. A AEES de Itajubá fez a mesma coisa. Outras empresas também investiram tempo, dinheiro e energia.

Imprensa

Até por ser um jornalista e me preocupar ao máximo em compartilhar informação relevante através do Caminhando Junto, fiquei muito decepcionado com a ausência da imprensa de Pouso Alegre e região. Cada veículo vai dar sua desculpa, mas vou usar como exemplo os dois maiores canais de TV: EPTV e Alterosa. No site da emissora da Rede Globo a principal manchete, neste momento em que escrevo,  é “Adolescente acusado de estuprar dentista…” e na emissora do SBT a manchete é “Cobras transportadas pelos Correios”. É ou não é de chorar??? No canal local de Pouso Alegre, a TV Libertas há um programa de variedades chamado Leandro.com, e, ele esteve lá entrevistando cada conferencista e levando informação de qualidade para seu público. Quem foi comprometido?

Enfim, o post de hoje virou um desabafo, mas o recado é simples, saia da cadeira, desligue a TV, vá ler um bom livro, assistir uma boa palestra, conversar com alguém que saiba pelo menos conjugar um verbo. Há poucos anos o mundo se baseava no tripé Estados Unidos, Europa e Japão. Hoje estes países estão mal das pernas. As coisas estão mudando numa velocidade incrível e se você não subir no bonde, ele irá sem você.

 

feedSe você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto,seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.