Negócios | Nissan anuncia fábrica em Resende

Unidade no Estado do Rio de Janeiro terá investimentos de R$ 2,6 bilhões e vai gerar 2 mil novos postos de trabalho; capacidade de produção – de 200 mil veículos – da nova planta sustenta o plano mundial de crescimento.


A Nissan Motor Co., Ltd. anunciou hoje planos de investimento de R$ 2,6 bilhões (US$ 1,5 bilhões) na construção de uma nova fábrica em Resende, no Estado do Rio de Janeiro, para o desenvolvimento, produção e lançamento de novos produtos. A unidade fabril, cuja produção está prevista para ser iniciada no primeiro semestre de 2014, terá capacidade para produzir até 200 mil unidades por ano de produtos Nissan sob a Plataforma V, para venda no Brasil. A fábrica deverá criar até 2 mil empregos diretos e pelo menos duplicar este número, se considerarmos toda a cadeia de abastecimento e comunidade envolvida.
A nova planta industrial é um passo importante na estratégia da Nissan como fabricante líder nos mercados do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), grupo de países que vem demonstrando um rápido crescimento. Em junho deste ano, a empresa divulgou detalhes da ‘Nissan Power 88″, uma estratégia de médio prazo que inclui os planos de se tornar a marca asiática líder da indústria automotiva no Brasil – a quarta maior do mundo em volume de produção – e atingir pelo menos 5% do mercado no País, até 2016.
“Assim como ocorrido na China, Rússia e Índia, estamos investindo em regiões que apresentam maior potencial de crescimento”, disse Carlos Ghosn, presidente e CEO da Nissan Motor Co., Ltd. “O Brasil tem se mostrado o motor que impulsiona o crescimento do mercado latino-americano. Estamos ansiosos para contribuir para o cenário econômico brasileiro e sua indústria automotiva, no século 21”, afirmou.
“A vinda da Nissan orgulha o Rio de Janeiro. É resultado do trabalho que estamos realizando para atração de empresas, consolidando o estado como um polo do setor automotivo, e que gera milhares de empregos diretos. Nos próximos anos, nossa produção de veículos pode chegar a um milhão, se levarmos em conta a duplicação das outras companhias do setor. Essa escala permitirá atrair a rede de fornecedores e tornará o Rio cada vez mais competitivo em novas disputas por montadoras”, disse o governador Sérgio Cabral.
Investimento em Resende
O investimento da Nissan no Rio de Janeirovai subsidiar a construção de uma fábrica totalmente nova. Resende foi escolhida por sua proximidade com os portos de alta qualidade de Itaguaí e do Rio de Janeiro, disponibilidade para início da produção em curto espaço de tempo e fácil acesso à mão de obra qualificada e fornecedores.
A futura capacidade de produção da Nissan virá complementar a atual, de 59 mil unidades por ano, provenientes da planta industrial da Renault, localizada em São José dos Pinhais, no Estado do Paraná. A unidade fabril da Nissan, no Paraná, continuará a produzir o Nissan Livina, o Grand Livina, X-Gear e o Frontier, além de expandir a produção dos modelos Renault.
A Estratégia de investimento de longo prazo para os mercados do BRIC
A expansão da Nissan no Brasil é um grande passo na estratégia da empresa de manter a produção necessária para sustentar um crescimento significativo nos mercados do BRIC. Desde 2001, a Nissan tem aumentado a presença de seus veículos no Brasil, Rússia, Índia e China – o crescimento passou de pouco menos de 50 mil unidades para cerca de 1,2 milhão de unidades, até o final do ano fiscal de 2010.
Nissan no Brasil
No Brasil, a Nissan tem crescido significativamente nos últimos dois anos, mais que duplicando sua participação de mercado, atingindo a marca de 1,7% de market share no acumulado de 2011. Por meio da entrada de novos modelos populares, como o Nissan March e o Nissan Versa e a duplicação da rede de concessionárias, a empresa pretende ganhar, no mínimo, 5% do mercado brasileiro, até 2016.
Novos produtos serão fundamentais para atestar a capacidade de crescimento da empresa no quarto maior mercado automotivo do mundo. Até 2016, a Nissan deve lançar dez novos produtos no mercado brasileiro, aumentando a sua penetração na cobertura de segmentos do mercado de 23%, antes do lançamento da Nissan March, para mais de 87%, até 2016. Em novembro, a Nissan irá lançar o sedã Versa, inédito no Brasil, aumentando a sua cobertura de mercado para 83%.
A expansão da rede de concessionárias da Nissan no Brasil também vai contribuir muito para que a empresa tenha maior competitividade no mercado. A Nissan opera hoje com 117 lojas em todo o País e tem planos de aumentar esse número para mais de 239, até 2016.
Sobre a Nissan
A Nissan Motor Co., Ltd., segunda maior empresa automotiva japonesa por volume, está situada na cidade de Yokohama e compõe a Aliança Renault-Nissan. Operando com mais de 248 mil funcionários no mundo, a Nissan forneceu aos seus clientes mais de 4,1 milhões de veículos em 2010, gerando uma receita de 8,77 trilhões de yens (US$ 102,37 bilhões). Fortemente comprometida com o desenvolvimento de produtos atraentes e inovadores para todos, a Nissan oferece uma ampla gama de 64 modelos sob as marcas Nissan e Infiniti. Pioneira no conceito de mobilidade com zero emissão, a Nissan fez história ao lançar o Nissan LEAF, o primeiro veículo 100% elétrico desenvolvido para o mercado de massa, vencedor de vários reconhecimentos internacionais, como o prestigiado prêmio Carro Europeu do Ano 2011. http://www.nissan-global.com/EN/
Você pode acompanhar as atualizações assinando o Feed do Caminhando Juntoseguindo pelo Twitter ou cadastrando seu email, o serviço é totalmente gratuito.

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.