O seu dia vale à pena?

Fazer um post diferente, este foi o desafio lançado pelo blogueiro Marcos Lemos do Ferramentas Blog, inicialmente parece uma coisa simples, mas não é. Os blogs surgiram como uma ferramenta inovadora e criativa, mas com o tempo, foram se transformando numa receita conservadora como os jornais impressos, que seguem todos a mesma linha. O problema do desafio é que a criatividade anda mal na grande maioria das atividades.

A especialista em Criatividade, Gisela Kassoy, já abordou este desafio aqui no Caminhando Junto em dois excelentes artigos:
Mas ao me deparar com o desafio do Marcos Lemos comecei a pensar em como fazer algo diferente no blog e, em consequência, mudar algo no dia-a-dia. São tantas regras de formatação de texto, de conduta na empresa, de convívio social que pouco a pouco vamos perdendo nossa identidade pessoal e passamos a pensar como todo mundo.
E nos acostumamos ao “comum”, ao “normal” e, então, quando o mundo nos joga na cara algo diferente nos assustamos. Quer ver? Como você lida com uma pessoa com deficiência? Ou com um homossexual? Estas são apenas formas da vida nos mostrar que o mundo é inclusivo, há espaço para todos de todos os jeitos.
Fui longe demais? Então me diga se você faz todo dia o mesmo trajeto de casa para o trabalho? Cumprimenta as pessoas do trabalho sem tirar os olhos da tela do micro? Ou se veste na mesma sequencia? Fazemos as coisas repetidamente sem refletir no que estamos realizando, ou até mesmo se isto vale à pena. Uma pesquisa com 1.600 pessoas realizada pela Triad OS sobre gestão do tempo mostrou que 33% dos entrevistados gastam até 2 horas do trabalho em ações inúteis e 11% utilizam o horário de trabalho para ver pornografia… Que coisa triste. O que faz valer à pena o dia destas pessoas?
Ao pensar num simples convite para um post diferente, me deparei pensando em como fazer o meu dia diferente. Em reavaliar minhas ações, minhas relações, tudo para buscar um pouco mais de cor e sabor ao meu tempo. Afinal, o tempo não vai passar mais devagar só porque não sei como usá-lo, não é mesmo?
Bem, aceitei o desafio do Ferramentas Blog. Agora, passo à diante: faça algo diferente, divertido, assustador, ousado, alegre, sustentável, apaixonado, talentoso, empreendedor. Depois, se achar que valeu à pena, me conta como foi?
Se você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios. E para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Juntoseguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.