O que Michael Jackson ensina sobre Educação

Há algum tempo, fiz uma análise sobre o especial “This is it”, de Michael Jackson, mostrando as lições que o rei do pop deixou sobre gestão, liderança e empreendedorismo. Muitos fãs comentaram e enriqueceram o artigo com suas opiniões, e um destes comentários foi tão incrível que virou post. Escrito pela psicopedagoga, Joselma Gomes, trata das mesmas questões mas com um novo e especial olhar, vale à pena observar como uma leitora acrescentou muito ao texto, isto é caminhar junto.
É preciso perceber que o empreendedorismo não se concentra apenas na área das empresas, vale ressaltar que, de maneira mais significativa apresenta-se na área da formação humana, ou seja, na área pedagógica, uma vez que, serão esses sujeitos que estarão, daqui a algum tempo, atuando nas diferentes áreas sociais.

Todos esses passos são imprescindiveis para uma formação sistêmica do sujeito, com uma preocupação plural e fundamental. Seguindo a lógica das cinco lições pelo viés pedagógico veja como fica:

1. O bom não serve – Porque na educação é preciso buscar sempre o excelente uma vez que é essa condição que promove tanto o ser humano quanto seu espaço social.

2. Inovação é a regra – ou seja, é preciso dar autonomia ao sujeito aprendente das mudanças que ocorrem ao seu redor. Hoje a regra não é ensinar aquilo que se tem, mas sim fazer com que o educando saiba onde fica a fonte pra buscar o novo conhecimento quando ele precisar (autonomia).

3. Trabalhe, trabalhe, trabalhe – porque educar é isso dada a complexidade da palavra EDUCAÇÃO, Educar é mediar um conjunto de habilidades que são imprescindíveis para viver. Sem a aprendizagem não há vida.

4 – A equipe é fundamental – porque o ato de educar traduz-se como uma ação solidária e nunca solitária, tanto na dimensão docente, discente, quanto na dimensão docente/dicente. O outro é a razão do aprender, posto que, tudo o que se faz, se faz para interagir e consequentemente conseguir viver em sociedade.

5 – Humildade e respeito – ou seja, desenvolver a consciência de que ninguém sabe tudo (graças a Deus) e sempre há a necessidade de fazer trocas significativas para que todos sejam beneficiados. Essa é uma das condições sine qua nom na educação.

Quando o Pedagogo/Psicopedagogo estiver atuando efetivamente dentro das pequenas e grandes empresas fazendo um link entre educação e atuação eficaz, com certeza esse caminho se tornará muito mais curto, posto que, são esses profissionais – PEDAGOGOS E PSICOPEDAGOGOS – que possuem a capacidade, habilidade e conhecimento para mostrar aos sujeitos aprendentes de qualquer instância ou idade, o caminho para APRENDER A APRENDER.
Se você gostou do artigo, envie para um amigo ou parceiro de negócios, certamente irá fortalecer sua rede de contatos. Para receber as atualizações basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.