Responsabilidades e Oportunidades

O que mudou na relação entre empresas e consumidoras

image As relações entre as empresas e a sociedade mudaram sensivelmente nos últimos anos. Antes, as empresas tendiam a funcionar preocupadas apenas com suas próprias necessidades e de acordo com os objetivos de seus proprietários. Isto é, sua razão de existir era perpetuar-se e garantir lucros. Nas últimas décadas, no entanto, o Estado, a sociedade e as próprias empresas passaram a exigir destas últimas uma atuação muito mais responsável. Além de manter seus objetivos de se perpetuar e gerar lucros, as empresas são cobradas por suas posturas de respeito à sociedade e ao meio ambiente.

Para isso, as corporações passaram a investir recursos, tempo, planejamento e esforços dedicados para atender a tudo aquilo que se espera de uma corporação. O que é notório nesse sentido é que uma empresa tem maior potencial de ser bem-sucedida em suas ações responsáveis quando atua nas comunidades das localidades, bairros ou cidades onde está presente, ou envolve o grupo de pessoas formado por seus funcionários, colaboradores, fornecedores e seus familiares.

Atividades responsáveis têm o potencial, inclusive, de valorizar o patrimônio humano das corporações. Este é o caso dos investimentos em programas de capacitação, formação, treinamento e atualização de seus profissionais, que não deixam de ser iniciativas responsáveis. Há ainda as ações voltadas a oferecer formação profissional para jovens e adultos das comunidades que envolvem a empresa. Destes grupos de beneficiados, as empresas podem formar futuros integrantes de seus quadros funcionais.

Fica claro, portanto, que ser responsável exige das empresas investimentos e esforços. No entanto, o retorno percebido em prestígio, reconhecimento, sentido de participação, percepção de resultados e até em benefícios efetivos à própria empresa é sempre muito superior a qualquer valor monetário que possa ser envolvido.

Marcelo Gonçalves é sócio-diretor da BDO, responsável pela área de training no Brasil.

feed Se este artigo foi interessante para você, com certeza vai ser interessante para um amigo ou parceiro de negócios, então que tal encaminhar para ele? Será uma ótima oportunidade de fortalecer seu network. E para receber as atualizações de modo simples e prática basta assinar o Feed do Caminhando Junto, seguir pelo Twitter ou cadastrar seu e-mail, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.