Gestão por Competências encerra ciclo sobre Retenção de Talentos

Encerramento das atividades de 2010 em grande estilo na sede da Kopenhagen

image Em Jornalismo se diz que “informação é poder, apenas quando entra em ação. Do contrário, é só mais um dado.” Na palestra da consultora, Susana Falchi, aprendi que “talento só é competência, quando gera um resultado”. Daí a importância do profissional de Recursos Humanos entender a Gestão por Competências.

A palestra foi apresentada no Clube de RH de Extrema e Região, durante a reunião que encerrou as atividades de 2010, na sede do Grupo CRM, casa das marcas Kopenhagen, Cacau Brasil e Dan Top, em Extrema, Sul de Minas. Susana Falchi compartilhou um pouco de sua visão sobre o uso da Gestão por Competências no desafio de atrair e reter talentos. “A falta de profissionais qualificados é uma realidade e este cenário não deve mudar, pelo menos, até 2014. O que torna a tarefa do RH muito desafiadora. A Gestão por Competências torna claro a relação entre organização e profissional, cada um sabe o que esperar do outro e quando o profissional sabe qual o seu horizonte dentro da empresa, é muito difícil que seja seduzido pelo mercado.”

Susana comentou que em determinadas empresas “a perda de profissionais técnicos ou estratégicos pode significar muito tempo e dinheiro para repôr o quadro, em alguns casos, anos de investimento”. Todos os profissionais de RH, integrantes do Clube de RH de Extrema e Região, estão bem familiarizados com os desafios da retenção, já que o intenso movimento industrial da região tem tornado a tarefa de manter os colaboradores cada vez mais delicada.

O tema retenção de talentos vem sendo discutido pelo Clube de RH nas últimas três reuniões, o que mostra sua importância e urgência, e passou pela visão de valorização do talento interno, da gestão de benefícios e agora da gestão por competências.

Mas não foi só. A reunião contou também com a apresentação de Ademir Vital, diretor de RH da Johnson Controls para a América do Sul, que mostrou diversas ações da empresa na gestão de pessoas. Na fala de Ademir foi possível perceber a busca pela rapidez no feedback ao colaborador e também no estímulo à participação de todos na superação de metas e desafios, com a utilização de diversos eventos, premiações e ações de valorização.

Opinião de alguns integrantes:

“Todo fim de ano faço um balanço e uma profunda análise dos acontecimentos que marcantes. Não poderia deixar de mencionar um fato que muito contribui para o meu crescimento profissional e pessoal – participar como membro do Clube de RH de Extrema. Tenho absoluta convicção que além de grandes oportunidades de negócios que já surgiram e de muitos outros que estão por vir, o maior ganho  sem dúvida são os amigos que conquistei. Faço uma menção especial aos idealizadores desse projeto – Marcos Kraide, Simone, Val, Ivan e muitos outros que contribuíram de forma carinhosa e atenciosa com todos os participantes. “O MEU MUITO OBRIGADO E QUE DEUS ILUMINE O CAMINHO DE TODOS VOCÊS”.

 André Lodi – Elev Coaching

 

“Estou participando do Clube do RH desde o início e tenho percebido sua evolução exponencial em todos os sentidos. A organização está cada vez melhor, o conteúdo tem sido muito interessante, relevante e prático. Para mim tem sido um celeiro de novas idéias, que na medida do possível, venho implantando na empresa.

A última reunião do ano significou um fechamento em grande estilo, não só pelo local, mas principalmente pelas pessoas que estão participando com um grupo ainda maior e mais forte, o que demonstra que realmente e idéia se solidificou e tem muito futuro.

A organização do Clube do RH está realmente de parabéns!

Fico feliz por participar”

Hermes de Oliveira – Sport Academia

 

“Realmente estávamos precisando disso para a região, e está muito interessante a presença dos colegas trazendo experiências diversas e podendo compartilhar conosco.

Seria muito interessante conseguirmos verificar quais profissionais as empresas tem mais dificuldade para qualificação e direcionarmos nossos pedidos para os cursos técnicos e faculdades como FAEX para promoverem esses cursos, como por exemplo já temos uma quantidade interessante de empresas alimentícias na região, poderíamos ter cursos voltados a área de qualidade e correlatos.

Estou gostando bastante das reuniões e tenho certeza que conseguiremos seguir adiante com muito sucesso.

Boas Festas!!!”

Eliabe Augusto Pereira – Grupo Natubell

 

“Mais do que empresas, falamos de pessoas e isto faz toda a diferença. Porque hoje não importa se a empresa tem grana para expandir ou tecnologia para inovar, sem as pessoas certas não vai a lugar algum. O papel do RH nunca foi tão importante, não importa se a empresa é grande ou pequena, indústria ou varejo, iniciante ou centenária, vai ter que desenvolver sua equipe e valorizar seu pessoal se quiser ter sucesso.

O Clube de RH reune algumas das melhores cabeças no Sul de Minas e região Bragantina em recursos humanos, a qualidade do debate, a visão de gestão de pessoas e o envolvimento com projetos relevantes, faz toda a diferença. Meu recado é para quem não vai. Desculpas como falta de tempo, acreditar que tem todas as respostas ou dizer que não deve compartilhar conhecimento, só mostra o quanto você precisa do Clube. Tenha como meta para 2011 ser um integrante e seja bem vindo.”

Adriano Carvalho – Uniplanos Consultoria em Benefícios

Eu queria colocar a opinião de todos os integrantes, mas não dá, tanto por espaço quanto pela espera das respostas de todos. Mas as opiniões acima, mostram o sentimento comum em relação ao Clube de RH. Agora só falta você cadastrar seu e-mail no topo do Caminhando Junto para receber as atualizações automáticamente, o serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.