Pequenos negócios de BH serão preparados para a Copa de 2014

Programa do Sebrae quer melhorar a qualidade e ampliar o número de empreendedores formalizados

era_do_cliente Micro e pequenas empresas de Belo Horizonte e Região Metropolitana receberão apoio do Sebrae-MG para a melhoria da qualidade e gestão dos produtos e serviços prestados para a Copa de 2014. Na capital mineira serão investidos R$ 3 milhões em ações de capacitação, desenvolvimentos de pequenos negócios e mapeamento das oportunidades geradas pelas competições esportivas.

Entre as ações previstas está a organização de um roteiro de museus e centros culturais, incluindo o Corredor Cultural da Praça da Liberdade, e a criação de um selo de qualidade. O objetivo é aumentar o número de visitantes nos museus e centros culturais de BH e cidades do entorno.

Nas regiões da Pampulha, Savassi e Santa Tereza serão criados miniroteiros turísticos e gastronômicos. Donos de estabelecimentos do Mercado Central e da Feira dos Produtores (Cidade Nova) receberão capacitação em boas práticas de gestão e comercialização e passarão a integrar os roteiros gastronômicos.

Os artesãos serão qualificados para produzirem souvenirs. A iniciativa pretende aumentar a produção e a comercialização das peças em 45% até 2014. 

Além disso, estão previstas melhorias na prestação de serviços de bares, restaurantes e meios de hospedagem de Nova Lima e a profissionalização de empreendimentos da Estrada Real, no trecho que liga Itabirito a Ouro Preto.

As ações serão baseadas no Mapeamento das Oportunidades da Copa 2014 para MPEs, encomenda pelo SEBRAE à Fundação Getúlio Vargas. A pesquisa irá apontar oportunidades de negócios em setores como construção civil, turismo, tecnologia da informação, artesanato, comércio e serviço vestuário, agronegócio e móveis das 12 cidades sedes da Copa de 2014.

O projeto em BH pretende aumentar o faturamento e a competitividade das empresas, melhorar a qualidade de serviços e produtos e ampliar o números de empreendedores formalizados.

“Queremos orientar os pequenos negócios, não só do turismo, mas de outros setores que serão beneficiados com a realização dos eventos esportivos. O nosso objetivo é prepará-los para prestarem um serviço de qualidade para que o turista permaneça o maior tempo possível na cidade”, afirma o diretor superintendente do Sebrae-MG, Afonso Maria Rocha.

Planejamento

Dirigentes das unidades do Sebrae nas 12 cidades-sede, gerentes e coordenadores de projetos de turismo se reuniram na semana passada, em BH, para  discutir ações que irão beneficiar as MPEs.

Durante o encontro foram apresentados os investimentos do projeto da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte para a Copa de 2014, além de dificuldades e vantagens das competições esportivas para as micro e pequenas empresas da capital mineira.

Acompanhe outras ações que estão preparando os empreendedores para a Copa de 2014:

Pequenas empresas serão preparadas para Copa de 2014

Copa de 2014 e o Mercado de Trabalho

20 milhões de reais para o Turismo em Goiás

feed Para receber as atualizações é só assinar nosso Feed. O serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.