Música para vida toda

Tenho uma sobrinha de dois anos que se chama Maria Clara e ela é totalmente influenciada pela boa música. Seus pais (extremamente musicais) fizeram questão de mesmo antes dela nascer (ainda na barriga) que ouvisse canções inspiradoras. Você sabia que com apenas quatro dias de idade os bebês já conseguem distinguir uma língua de outra e depressa começam a prestar atenção aos sons e palavras que interessam.Isso é muito legal. Acredito que meu filho tenha natureza mais calma pois sempre ouvia canções suaves sempre no mesmo horário quando ainda estava na barriga e nos primeiros meses de vida. Depois mais velho é que o rock rolou solto.

Sei que quanto mais cedo a música for colocada no ambiente da criança, maior será o seu potencial para aprender e se desenvolver. As crianças que vivem rodeadas de palavras, por exemplo, adquirem mais fácil um discurso mais fluente e claro. Por isso vamos deixar dessas babaquices de ficar falando no diminutivo e coisas sem sentido para as crianças, hem?

Outra experiência legal que meu irmão fez com minha sobrinha foi gravar sua voz e depois tocar para ela ouvir. Ela respondia aos sons que balbuciava. É fascinante nossa integração com o ambiente.

Num estudo efetuado na Alemanha, foi descoberto que a exposição à música estabelece ligações nos circuitos neurais do cérebro e que as crianças privadas de experiências de linguagem raramente dominam bem a língua quando adultos. Para meu filho, sempre coloquei o velho e bom rock’n’roll e ele me dá o prazer de ouvi-lo tocar guitarra com apenas 10 anos.

Por isso, seja qual for a música que escolha para seu filho ouvir lembre-se que as palavras são muito importantes. Que sejam sempre palavras de amor e paz que inspirem carinho e cuidado entre pais e filhos. Estamos todos precisando disso no mundo de hoje…

 

Me motivei a escrever sobre isso depois que meu filho foi assistir a apresentação da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e adorou a música Guarani de Carlos Gomes.

Eduardo de Souza-Jornalista

 


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.