Empresários economizam até 75% com Central de Negócios

23 hotéis e pousadas na Costa do Descobrimento, na Bahia, participam da ação

CostaDescobrimento Três anos após terem concluído as atividades do Clube da Excelência no Turismo Costa do Descobrimento – uma das ferramentas do Sebrae Bahia para capacitação no turismo –, os empresários participantes se preparam para o 1º Reencontro do Clube, neste domingo (13/6), em Porto Seguro, e com muitas experiências bem-sucedidas para contar, como é o caso da Central de Negócios.

A Central Porto de Negócios surgiu a partir das ações do Clube de Excelência e hoje proporciona aos associados uma economia de até 75% na compra e venda de produtos como conseqüência da troca constante de informações.
Focada no segmento de hospedagem, a Central começou com 14 empreendimentos. De acordo com o atual presidente da central, Marcelo Bernardo, hoje são 23 hotéis e pousadas de pequeno e médio portes – de 20 a 100 apartamentos. Segundo o empresário, todas as ações são focadas na cooperação e na troca de informações entre os empresários. Se um deles descobre uma promoção, por exemplo, avisa imediatamente a todos por meio de uma rede de relacionamentos.
“O produto tem que beneficiar a todos”, avisa Marcelo, que participa com o Hotel Vale Verde. “Até mesmo uma ação judicial ganha por um associado pode ser útil a todos, principalmente na área de concessão de serviços, como água, luz, telefone”, ressalta.
O empresário lembra que fez uma compra este ano que pode exemplificar bem como funciona a central. O produto em questão foi uma xícara de chá com pires que tem preço médio de R$ 8,00 a R$ 10,00. Comprando em quantidade, através da central, o preço por unidade caiu para R$ 1,99. “Economizamos mais de R$ 800,00”, comemora.

Para Enivaldo Piloto, gestor de projetos de turismo do Sebrae Bahia na Costa do Descobrimento, a central dá aos empresários vantagens como redução de custos e aumento de vendas, sem falar nas relações de parceria dentro do segmento.
Entrosamento e confiança, aliás, são as palavras-chave, segundo o empresário Marcelo Berardo. “Depois do treinamento que fizemos no Sebrae entendemos que estamos competindo como grupo contra quem não faz parte dele. Por isso quanto mais empresários participarem, melhor. A idéia é nos unirmos a favor do destino, ao invés de trabalharmos sozinhos, cada um por si”, destaca.
Unidos, os empresários conseguem, por exemplo, fechar um caminhão de papel higiênico – produto necessário ao funcionamento de todos os empreendimentos. Comprando sozinhos e em pouca quantidade, pagariam até 75% a mais pelo produto.
A metodologia das Centrais de Negócios, desenvolvida pelo Sebrae, existe em quase todos os estados brasileiros. É uma ferramenta cujo foco principal são as compras conjuntas e ações de comercialização. As centrais se baseiam em elementos essenciais assumidos coletivamente, como a confiança nos parceiros, o comprometimento e a troca de experiências.

Serviço:

Sebrae na Bahia – (71) 3320-4300

Central de Relacionamento Sebrae – 08000-570-0800

Conheça outros exemplos de sucesso do associativismo brasileiro:

Quando a união mostra a sua força

Farmácias unidas: receita de crescimento

Mãos que fazem história

 

feed Para receber as atualizações é só assinar nosso Feed. O serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.