Dos teares para os palcos

Dificuldades e trabalho de artesãs do Noroeste de Minas são contados em apresentação teatral

sagarana_feito_rosa_para_o_sertao A história de superação de fiandeiras da região que serviu de inspiração para uma das mais importantes obras literárias brasileiras – Grande Sertão: Veredas – é resgatada e vira tema de espetáculo teatral. Apoiada pelo Sebrae-MG,  “Respingos … de um sertão reinventado” mostra a vida das artesãs que cantam enquanto trabalham e dividem as tarefas de fiar, tingir e tecer. A apresentação é uma das atrações do evento Sagarana – Feito Rosa para o Sertão, que começa nesta sexta.

O espetáculo é encenado pelo grupo Tambor Mineiro com direção do de Maurício Tizumba. No cenário são mostrados instrumentos como rodas de tear, meadeira e cardadeira, utilizadas no trabalho das fiandeiras.

As artesãs tiveram participação direta no processo de criação da peça. Além de relatarem suas próprias histórias, elas confeccionaram os figurinos que serão utilizados pelos atores. A proposta é resgatar, valorizar e divulgar o artesanato Vale do Urucuia, fomentando o turismo e ampliando as vendas das artesãs.

A encenação é uma das ações do projeto de Desenvolvimento do Território Vale do Urucuia, que tem o objetivo de proporcionar às comunidades o fortalecimento da identidade cultural e a oportunidade de geração de negócios para produtores rurais e artesãos.

Cantar e fiar 

A tradição de fiar em mutirão vem desde quando as mulheres tinham muitas crianças ou quando a mãe tinha de preparar um enxoval para a filha. Percebendo a dificuldade, outras mulheres se sensibilizavam e chegavam de surpresa na casa da beneficiada cantando versos com as rodas nas mãos.

Para que a tradição fosse preservada, as artesãs foram convidadas para participar do projeto Polo Vereda, promovido pela ONG Central ArteSo e pelo Sebrae-MG. Atualmente o projeto beneficia artesãs dos municípios de Riachinho, Sagarana (distrito de Arinos), Uruana de Minas, Natalândia e Bonfinópolis de Minas que participam de uma rede de produção – tingimento, fiação, tecelagem.

O Sebrae-MG oferece capacitações para profissionalizar as artesãs e melhorar a qualidade dos produtos. As fiandeiras participam de feiras e treinamentos na área de design, associativismo, empreendedorismo, acesso ao mercado e gestão.

Sagarana – Feito Rosa para o Sertão

25 a 27 de junho

Apresentação Teatral: Respingo… de um sertão reinventado

Dia 26 de junho, às 19h

Praça de Sagarana

Entrada gratuita

Sagarana/Arinos-MG

Informações: www.sagarana.ning.com ou (38) 3635-2575 /2361

As expressões culturais são uma bela forma de empreendedorismo brasileiro, conheça outros exemplos:

As Marias que estão conquistando o Mundo

Mineiros estão entre os 100 melhores artesãos do Brasil

Trabalho mais Atitude é igual a Desenvolvimento Humano

feed Para receber as atualizações é só assinar nosso Feed. O serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.