10 Dicas de Segurança para Executivos em Viagens

Executivos são alvos fáceis em aeroportos e hotéis; notebooks e celulares são itens preferidos.

dica_de_seguranca Viagem de negócios é algo comum no mundo corporativo. Entrar e sair de aviões, usar saguões de aeroportos como extensão de seu escritório e aproveitar cada minuto entre uma reunião e outra para tornar a viagem mais produtiva é bastante costumeiro entre executivos. O ritmo frenético vivido por profissionais “viajantes” chama atenção não somente pela intensidade do trabalho, mas também pelos riscos envolvidos nessa rotina. Algumas vezes a concentração acentuada em suas atividades leva ao descuido com a própria segurança.

Foi o caso do diretor de Comunicação Rodrigo Prada, da Editora Mandarim. “Estava retornando a São Paulo de uma viagem e, ao descer do táxi, fui abordado por um homem em uma moto que levou minha mala e o notebook da empresa”, comenta Prada. “Na Espanha algo semelhante aconteceu, porém, lá levaram meu celular, câmera digital, notebook e passaporte”, lamenta o executivo. “Foi um grande transtorno. Além das perdas materiais e do abalo psicológico, informações valiosas foram perdidas de uma viagem de negócios de 15 dias pela Europa”, finaliza.

Situações como essas são bastante conhecidas de empresas que lidam com transporte de executivos.  Segundo Fernando Cavalheiro, diretor Comercial da CEP Transportes, empresa especializada em transporte executivo e logística em eventos, muitas empresas optam pelo transfer do aeroporto ao hotel exatamente para diminuir o intervalo de tempo dos executivos em saguões. “Esse tipo de roubo por descuido tornou-se tão comum que as empresas passaram a desconfiar que algumas dessas ocorrências começavam dentro do próprio aeroporto”, comenta Cavalheiro. “Assim, parte dos executivos têm o temor de transitar com um motorista que desconhecem”, diz o diretor.

Recentemente foi desmantelada uma quadrilha formada por argentinos e peruanos, que furtava notebooks de passageiros dos aeroportos de São Paulo. A distração era a principal ferramenta dos assaltantes. Segundo a delegada Fernanda Herbella, responsável pelo caso, em entrevista à Band News “o furto de descuido é uma modalidade existente em todos os aeroportos do mundo”, sendo assim a atenção à própria bagagem é uma medida valiosa.

Para evitar que empresas e executivos sofram com essas intempéries, Cavalheiro aponta algumas dicas valiosas que apresenta em palestras de apresentação da empresa:

1) Em aeroportos e hotéis traga sempre próximo a si suas bagagens.
2) Não deixe à mostra notebook, celular, câmera digital, entre outros.
3) Atenção ao utilizar aparelhos eletrônicos. Fique atento a quem está ao redor.
4) Evite falar ao celular assuntos relacionados aos seus próximos passos ou destino, poderá despertar interesse de quem está ao se redor.
5) No trajeto aeroporto-hotel, hotel-aeroporto, procure desembarcar dentro do estacionamento.
6) Leve uma pequena quantia de dinheiro para eventuais despesas.
7) Tente sempre direcionar os seus gastos para o cartão de crédito.
8) Leve consigo todos os seus contatos para possíveis emergências.
9) Cuidado com o pedido de orientação de pessoas estranhas. Jamais as acompanhe, nem mesmo dentro do próprio aeroporto.
10) Prefira contratar um serviço de transfer. O valor é semelhante ao do táxi, mas você sabe qual a empresa e motorista fará seu transporte.

“Viajar a negócios deve ser um experiência segura e recompensadora para o executivo, empresa e parceiros”, salienta.

Mais dicas de segurança para empreendedores:

5 Dicas para evitar furtos em pequenas lojas

 

feed Para receber as atualizações é só assinar nosso Feed. O serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.