Quanto você vale?

 seguroSe você tem carro, é quase certo que tenha um seguro para ele. Na verdade, ao adquirir um carro, o seguro é quase uma extensão, é natural pensar que o veículo precisa de um. Mas, tem um seguro para você? Seja um seguro de vida, de renda ou um plano de aposentadoria? Quanto você vale?

O mais provável é que a resposta seja: não. Então, reflita comigo.

1- Porque fazer seguro de vida?

Você pode imaginar que vai viver para sempre, mas sabe que não é bem assim. Se já tem filhos ou é responsável pelo sustento de alguém, imagine o que aconteceria na sua falta. O seguro de vida não é para si, muito menos para deixar alguém rico. É um ato de responsabilidade com o sustento de alguém, o dinheiro da indenização, deve garantir um mínimo de tempo, até que as coisas voltem à normalidade. Atualmente a partir de 5 reais por mês é possível ter uma apólice de seguro de vida.

2 – O que é o seguro de renda temporária?

Quando um trabalhador sofre um acidente ou fica doente, é afastado e continua com seu salário sendo pago, seja pela empresa ou pelo INSS. Mas e quando é um autônomo? Seja ele um médico, uma manicure ou um vendedor, se não trabalhar, não ganha.

Ao fazer um seguro de renda temporária, você garante o pagamento do seu rendimento, seja ele de quanto for, por 365 dias. Por exemplo, para uma renda mensal de R$ 2 mil, o seguro de renda vai garantir 365 diárias de R$ 66,66, que podem ser utilizadas continuadamente ou não. Este tipo de proteção financeira impede que o trabalhador autônomo passe por situações complicadas diante de um acidente ou até uma cirurgia.

Dica importante ao contratar seguros: os bancos comercializam o chamado “seguro de balcão”, a compra é simples e rápida, não há questionamentos, basta assinar o formulário. Esta facilidade tem seu preço, na hora de pagar uma possível indenização, quando você ou sua família mais preicisarem, a burocracia vai aparecer para dificultar o pagamento.

Então, faça seguro apenas com um corretor de seguro. Há excelentes profissionais e empresas conceituadas. O preço será o mesmo, mas o resultado será bem diferente. No próximo artigo, você vai descobrir como garantir sua qualidade de vida quando 1 a cada 3 brasileiros tiver mais de 60 anos.

Agora, feche os olhos por 10 segundos e se pergunte: quanto você vale?

Se tiver qualquer pergunta a respeito ou quiser um estudo personalizado, pode fazer contato pelo email: [email protected]

feed Para receber as atualizações é só assinar nosso Feed. O serviço é totalmente gratuito.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.