Visita ao Instituto Endeavor

Ontem fui receber o prêmio (na verdade vários presentes) do desafio da Semana Global do Empreendedorismo, na sede da Endeavor, em São Paulo. Na fase de preparação da Semana, a Ludmilla Figueiredo da Cultura Empreendedora lançou a proposta na comunidade: “quero ver quem tem bala na agulha para divulgar e mobilizar as pessoas”. Muita gente correu atrás, blogs se movimentaram, revistas e jornais deram espaço, TVs ampliaram a cobertura, e, pela primeira vez em todo mundo, a internet foi o ponto de encontro e troca de informações, um ponto crucial para o sucesso da Semana.

Enquanto dirigia até o encontro, tentei definir o que representava para mim. Como se fosse a coração de um ano de aprendizado (já que estamos no final do ano e um balanço sempre cai bem) usei o prêmio como marco de avaliação. No começo de 2009 tudo o que eu sabia sobre mídia social estava na superfície, tinha um perfil no Orkut, usava msn, já tinha lido alguns artigos sobre blogs e tudo mais, mas ainda não tinha mergulhado neste mundo de informação.

A criação do Caminhando Junto veio em março e foi totalmente empírica, uma busca de aprendizado e no processo descobri que junto com o conhecimento estava ganhando mais e mais amigos, alguns muito distantes fisicamente. Isto tornou a criação do blog mais divertida e rápida. Os números ainda estão longe (muito!) dos metas, o que não tiram nem um pouco o meu prazer em escrever e partilhar informações que ao meu ver são relevantes na criação de oportunidades, de troca de experiências e boas práticas, informação relevante e capaz de modificar histórias de vida.

Conheço a história do Endeavor no Brasil, praticamente, desde o começo. Sempre busquei informação nos artigos e na videoteca, mas nunca consegui participar de um evento físico. Abri a porta do escritório cheio de expectativa, uma grande sala cortada por fileiras de módulos de trabalho lado-a-lado, com livros por toda a parte, emoldurada por uma imensa vidraça em “L” com uma visão linda da Vila Olímpia, mas o que mais me impressionou não foi o ambiente, foi o abraço carinhoso ao invés do aperto de mão asséptico dos meios empresariais.

Uma informalidade capaz de deixar qualquer um à vontade e confortável para falar e perguntar tudo o que um rápido encontro permitiu. Ludmilla e Alice, as anfitriãs, partilharam suas impressões sobre a Semana, o crescente destaque do empreendedorismo, as idéias para a edição 2010 e o trabalho do e no Endeavor.

Ao final, além da sensação de ter ganho novos amigos, guardei a certeza de que é possível conciliar excelência com informalidade, competência com juventude, disciplina com carinho, e, que meu maior prêmio continua sendo: aprender.

No tempo que fiquei por lá fui abraçado por outras pessoas e só não vou citar os nomes para não correr o risco de esquecer alguém.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.