2009: um ano para sentir saudade

2009 foi de longe um dos anos mais loucos que já vivemos. Começou com cara de crise feia, deu medo, preocupou muita gente. Confesso que comecei o ano com cuidado. Aos poucos a apreensão foi dando lugar à confiança, percebemos que com muito trabalho e atenção, a crise poderia ser enfrentada e ainda mostraria boas oportunidades de crescimento.

Então, vi o Brasil enfrentar uma crise mundial sem falar em congelamento de preços ou trocar o nome da moeda. Acompanhei empreendedores e executivos assumindo uma postura pró-ativa de quem vai ao encontro da crise ao invés de ficar esperando com medo e foram com coragem, criatividade, inteligência. Assim, vi empresas crescendo e ganhando mercado num momento não favorável, que estranho, não?

2009 mostrou um novo Brasil. Um Brasil que pode sim ser escolhido para sediar uma Copa do Mundo, coisa que nunca imaginei assistir. E não foi só, ganhou também uma olimpíada! Parecia não ser mais a minha terra, parecia ser um país melhor. Para me surpreender mais ainda, a discussão em torno da preservação do meio ambiente deixou de ser coisa de estudante e bicho grilo para ser assunto de todo mundo, da dona de casa ao empresário e passou a ser tratado como coisa séria, que vai além do modismo.

Assuntos como sustentabilidade, responsabilidade social, inclusão social, preservação do meio ambiente, planejamento estratégico, empreendedorismo deixaram de ser coisa da imprensa para virar conversa de todo dia. Por falar em assuntos, vi as mídias sociais explodindo e dando vazão às opiniões de todos, acabou a história da imprensa ser a porta voz das pessoas, você vai ter um porta voz apenas se desejar, porque agora o poder de falar é seu, não custa nada e pode ser feito de qualquer lugar. Aqui mesmo no Caminhando Junto, eu, o Eduardo e outros convidados escrevemos o que julgamos ser interessante, relevante, divertido e sincero. Nestes artigos esta a nossa verdade.

Agora, fechando o ano, penso que vou sentir saudades de 2009, um ano cheio de lições e oportunidades. Mas o melhor das festas de fim de ano é o contato físico, o abraço, o sorriso, as risadas, até mesmo as brigas. Por isto, o Caminhando Junto vai ter um recesso entre Natal e Ano Novo, para que a gente possa ter tempo de relembrar porque fizemos tudo o que fizemos e porque queremos fazer mais ainda.

Esperamos que você não fique grudado no computador neste Natal e Ano Novo, esperamos que você saia, se divirta, encontre, presenteie, porque como disse um rockeiro dos anos 80: “felicidade é um beijo, um beijo na boca”.

Feliz Natal e Ano Novo e até 2010 com muitas novidades.

 

 

 

 

 


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.