Sexta-feira Mundial Sem Pele

Amanhã, sexta-feira, acontece a segunda edição da “Sexta-feira Mundial Sem Pele”. Em mais de 40 países, as principais organizações de defesa dos direitos animais realizarão protestos pacíficos pedindo o fim da indústria de pele animal. No Brasil, a manifestação acontece na Avenida Paulista, entre as ruas Joaquim Eugênio de Lima e Pamplona, a partir das 11h.

A data foi criada pela International Anti-Fur Coalition (Coalizão Internacional Anti-Pele) em parceria com o movimento Fur-Free Friday (Sexta-feira sem pele), que é muito popular nos Estados Unidos e acontece logo após o Dia de Ação de Graças (26). Estilistas que insistem no uso de pele animal em suas coleções são alvo de críticas dos manifestantes. 

De acordo com Fábio Paiva, que coordena o braço verde-amarelo da International Anti-Fur Coalition, a indústria de peles é uma das mais cruéis do mundo. “Matar animais para satisfazer a vaidade é uma atitude imoral e injustificável em pleno século 21. Hoje, há peles sintéticas tão bonitas e até mais duráveis que as naturais” – diz o ativista, que também lamenta o fato de o Brasil liderar o ranking na exportação mundial de peles de chinchila. 

 

Serviço

Sexta-feira Mundial Sem Pele

Quando: dia 27/11, às 11h

Onde: Av. Paulista, entre a Rua Joaquim Eugênio de Lima e a Rua Pamplona

Mais informações:

Fábio Paiva (11) 7694.5123

Ativista em defesa dos Direitos Animais

http://www.holocaustoanimal. org/agenda.htm
http://www.antifurcoalition. org/


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.