Linha de crédito mais barata para pequenas empresas

Empréstimos terão taxas de juros até 30% menores do que as do mercado

A Fecomercio e a Caixa Econômica Federal assinaram uma segunda parceria que viabilizará concessão de crédito a micro, pequenas e médias empresas vinculadas à Federação. Pelo acordo, serão estendidos aos associados todos os benefícios oferecidos pela CAIXA aos seus clientes, entre eles descontos na taxa de juros de até 30% para as linhas de crédito da instituição financeira.

“Essa parceria é muito importante para facilitar o acesso do pequeno varejista ao crédito”, comenta Abram Szajman, presidente da Fecomercio.

Entre outros diferenciais neste convênio destaca-se o atendimento personalizado para as empresas associadas aos sindicatos da Federação, que passam a ter consultoria financeira e direcionamento para as operações de maior aderência às suas necessidades. Há também a implementação da Sala de Crédito, um espaço padronizado nos sindicatos filiados à Federação que oferecerá plantão semanal para atendimento de demandas previamente agendadas. Na Fecomercio da capital paulista, por exemplo, a Sala de Crédito inicia as atividades nesta semana, com atendimento todas às quartas-feiras.

“São Paulo já apresenta um crescimento de 70% em crédito pessoa física, se compararmos o período de janeiro a setembro de 2009 com o mesmo período do ano anterior”, disse o superintendente nacional da Caixa em São Paulo, Maurício Quaresemin. “E o comparativo em crédito para pessoa jurídica foi ainda maior, chegando a 96% neste mesmo período”, concluiu.

“A Caixa tem a preocupação de apresentar uma proposta que ofereça um diferencial para que tenha efetividade para a Fecomercio”, complementa Cely Mantovani, superintendente regional da Sé da Caixa. As taxas de juros nominais para o pequeno empresário podem variar de 1,29% ao mês a 1,65% ao mês. “Vai depender da análise e rating da empresa”, explica.

Outra vantagem oferecida é o acesso a taxas diferenciadas praticadas pela Caixa, definidas conforme perfil de enquadramento da empresa e avaliação de risco. A parceria ainda permitirá mais facilidade ao crédito e comodidade no atendimento ao associado, que terá maior rapidez no processo de avaliação e concessão de crédito, além das condições especiais de financiamentos para as linhas destinadas à pessoa jurídica. Importante ressaltar ainda que o associado não precisa ir até a agência da Caixa para obter as informações sobre a linha de financiamento desejada.

Para garantir empréstimos às micro, pequenas e médias empresas, a Caixa vai aplicar R$ 22 bilhões em operações com o Fundo Garantidor de Benefício até dezembro de 2009. Se os avalistas comprovarem bens, o fundo garantidor cobre até 60% do empréstimo limitado a R$ 250 mil. Se os avalistas não comprovarem bens, o fundo cobre até 80% do valor do empréstimo limitado a R$ 125 mil.

Consumidores

Os benefícios desse acordo também poderão se estender aos clientes das empresas associadas aos Sindicatos. Com o Crediário Caixa Fácil, os estabelecimentos que atuam no comércio varejista de móveis, eletrodomésticos, equipamentos de informática, eletroeletrônicos, material de construção e pacotes de viagens turísticas, poderão oferecer aos seus clientes um financiamento daqueles itens em até 24 meses, com taxas prefixadas de acordo com o mercado de cada varejista. E o pagamento poderá ser realizado por meio de boleto ou débito em conta corrente.

Para obter os benefícios, as empresas associadas poderão procurar seus sindicatos ou a Fecomercio pelo Núcleo de Produtos e Serviços (11) 3254-1756 a 1761 ou pelo e-mail: [email protected].


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.