Empresa incentiva a troca de conhecimento entre funcionários

Uma pausa no expediente para trocar experiências, ensinar e aprender. Os funcionários do IEA (Instituto de Estudos Avançados) estão desenvolvendo novas habilidades por meio da colaboração. A idéia é bem simples: Um colaborador da empresa se oferece para compartilhar algum conhecimento e os colegas interessados se inscrevem no curso. E vale tudo. Desde as novas regras da língua portuguesa a aulas de fotografia.

De acordo com Rita Guarezi, Diretora Superintendente do IEA, o projeto teve início em 2006 e foi muito bem avaliado pelos participantes e ministrantes dos cursos. No ano seguinte, passou a ser um projeto estratégico da empresa e em 2008 recebeu o nome de “Aprender Sempre”. O objetivo é que os profissionais do IEA socializem de forma sistematizada seus conhecimentos e habilidades sobre assuntos diversos.

“Os temas são bastante variados. Se um colaborador for especialista em culinária, por exemplo, ele pode sugerir a abertura de um curso para ensinar as técnicas gastronômicas”, comenta Camila Lückmann, uma das integrantes do projeto.

As pedagogas Silvana Guimarães e Sonia Grudtner, responsáveis pelo projeto, esclarecem que se o conteúdo do curso oferecido estiver relacionado às atribuições do profissional, as horas do curso são computadas como horas de trabalho. Elas afirmam que o projeto tem sido uma estratégia de gestão do conhecimento na organização. “É uma forma efetiva de elaborar e reelaborar o conhecimento dentro da empresa”, diz Silvana.

Mais de 150 profissionais se inscreveram e concluíram os cursos oferecidos. Rita Guarezi reforça ainda que o projeto trouxe aos profissionais e a empresa muitos benefícios, como a melhora da auto-estima de colaboradores que viviam no anonimato, ampliação das habilidades dos profissionais; descentralização de especialidades; aumento da integração e comunicação entre os profissionais”.

Fotografia

O curso de fotografia foi um dos temas do Aprender Sempre e atraiu muitas pessoas interessadas. Uma delas foi Rose Borba, tutora de cursos online à distância. Ela conta que o atrativo maior das aulas foi aprender a fotografar com a própria câmera. “Aprendemos a utilizar os recursos dos nossos próprios equipamentos, tirando deles o máximo de qualidade que podia ser oferecida”, comenta.

Segundo ela, o ponto alto do curso foi a parte prática. “Saímos à rua para fotografar paisagens, sol e chuva. Além de sessões de foto em estúdio também. Foi muito proveitoso”, diz Rose. Ministrado por Giancarlo Proença, o Curso Básico de Fotografia já formou duas turmas no IEA.

Reforma ortográfica

As novas regras para a língua portuguesa também foram tema do Aprender Sempre. Segundo Rita Guarezi, esse curso foi escolhido porque muitas pessoas tinham dúvidas quanto à correta ortografia das palavras após o acordo de unificação do idioma assinado por países de língua portuguesa. “Foi uma excelente oportunidade para sanar todas as dúvidas que tínhamos”, afirma. As aulas foram ministradas pela revisora e tradutora Daniela Alves.

E o projeto não para por aqui. Ainda este ano um profissional do setor financeiro já prepara um curso de finanças pessoais. O objetivo é orientar os colegas a administrar os gastos de fim de ano para manter as contas em equilíbrio em 2010.

Sobre o IEA

O Instituto de Estudos Avançados – IEA é um centro de soluções na área de Educação à Distância, Inteligência Competitiva e Comunicação Digital. Desenvolve projetos em parceria com instituições do Brasil e do exterior, promovendo programas de formação, produtos didáticos para e-learning, consultorias e soluções em inteligência competitiva e informação, além de cursos e seminários presenciais e à distância. Conta com sede em Santa Catarina e unidades em São Paulo, Brasília e Seattle.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.