Minas tem mais Micro e Pequenas Empresas

Ontem, 5/10, foi comemorado o Dia da Micro e Pequena Empresa. O segmento representa 99% dos estabelecimentos formais de Minas Gerais. Entre 2000 e 2007, o número de micro e pequenas empresas (MPEs) cresceu 25% no estado. É o que aponta o Anuário da Micro e Pequena Empresa, produzido pelo Sebrae-MG.
O estudo reúne informações sobre número de estabelecimentos, de empregados, rotatividade da mão-de-obra, média salarial, extinção de empresas e exportação.
Os dados foram obtidos junto ao Ministério do Trabalho e Emprego (Relação Anual de Informações Sociais – RAIS e Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED), Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior – FUNCEX e Junta Comercial do Estado de Minas Gerais – JUCEMG.
Em Minas Gerais, cerca de 99% dos estabelecimentos, em 2007, eram micro e pequenas empresas. O setor de Comércio tinha a maior concentração de MPEs e foi o que empregou mais, seguido de Serviços, Indústria e Construção Civil.
Os empregados das microempresas tiveram remuneração média 51,2% menor que os das grandes empresas. Os homens representavam duas vezes mais a quantidade de mulheres que trabalhavam nessas empresas.
Em relação a exportação, as MPEs mineiras representaram, em 2007, mais da metade do total das empresas exportadoras no estado, segundo a FUNCEX. Porém, houve redução desse índice em relação ao mesmo período de 2004. Países da União Européia foram os que mais importaram das MPEs mineiras.

Dia da Micro e Pequena Empresa

A data foi instituída em 1999, quando o Congresso Nacional aprovou o Estatuto das Micro e Pequenas Empresas, marcando o primeiro avanço na legislação desde a constituição Federal de 1988.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.