Pequenos fornecedores para a Petrobras

Regap e IEL investem R$1,7 milhões para capacitar MPEs mineiras
Micro e pequenas empresas (MPEs) mineiras, fornecedoras da cadeia produtiva de petróleo, gás e energia, poderão ampliar a participação nas compras da Petrobras. O SEBRAE-MG, Refinaria Gabriel Passos (Regap) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL) vão investir R$1,7 milhão em um programa de capacitação. O acordo de resultados entre as três instituições prevê o aumento de 20% no número de MPEs fornecedoras da refinaria até 2011.
O gestor do projeto de petróleo e gás do SEBRAE-MG, Warley do Couto, afirma que “o objetivo é capacitar as pequenas empresas, para que elas forneçam produtos e serviços de qualidade, de forma competitiva e sustentável para a Regap e toda a cadeia produtiva”.
O gerente da Regap, Paulo de Melo, disse que Minas Gerais representa apenas 2% do volume de compra da refinaria. Para ele, as empresas mineiras devem se preparar para aumentar a participação no fornecimento, já que a concorrência e o nível de exigência são grandes.
Cláudio Veras, coordenador da Rede Petro/MG, lembrou que a Petrobras irá investir US$174,4 bilhões nos próximos quatro anos. “É um dos maiores investimentos do mundo. Temos que entender a demanda para desenvolver e oferecer produtos e tecnologias dos quais a cadeia produtiva necessitará. O mercado de manutenção é altamente rentável e o pré-sal reserva muitas oportunidades.”
O convênio entre SEBRAE-MG, Regap e IEL para capacitação de fornecedores existe desde 2004. Nos quatro primeiros anos do projeto, o fornecimento de pequenas empresas mineiras para a Petrobras aumentou 97,17%. As vendas aumentaram 18,8%.

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.