Natal 2009: previsão de 123 mil vagas temporárias

Número de trabalhadores temporários contratados para o final do ano será maior que em 2008
Tradicionalmente, nos meses finais do ano aumenta o número de contratações temporárias no comércio. De acordo com a previsão da Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), serão abertas 123 mil vagas de trabalho temporário para este Natal, isto é, 7% a mais em relação ao ano passado.
Preencher uma vaga representa não só renda extra para a pessoa como a oportunidade do mercado avaliar o seu perfil. Isso é importante, pois quem se destaca tem a chance de tornar o contrato temporário em efetivo. A média de efetivação – estimada em 17% – após a vigência do contrato representará emprego novo para 21 mil brasileiros. Jovens em situação de primeiro emprego respondem por 27% dos contratos previstos.

Perspectivas de crescimento

Ao completar um ano, a crise econômica mundial dá trégua aos brasileiros. De acordo com Vander Morales, presidente da Asserttem, neste Natal, além do setor de confecções, que sempre lidera as vendas de final de ano, os eletrodomésticos e os automóveis também terão destaque na lista de presentes, graças à redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).
Para Morales, “a oferta de crédito, a diminuição dos juros e a retomada da confiança do consumidor são fatores que influenciam o crescimento nas vendas, refletindo no aumento dos postos de trabalho”, avalia.
Diferentemente do que ocorreu em 2008, quando os segmentos B e C foram o foco das vendas, “as classes C, D e E serão as grandes consumidoras deste Natal”, afirma Morales. Além disso, o benefício Bolsa Família representou ganho de quase 80% na renda destas pessoas. São 35 milhões de famílias que respondem por 78% do consumo dos lares brasileiros.
Diversos empreendimentos comerciais estão com inauguração prevista entre 2009 e 2010. Além de proporcionar o crescimento do mercado varejista, a construção de grandes centros de compras deve gerar em torno de 40 mil novos empregos diretos. A estimativa é que 18 shoppings centers e 275 supermercados estejam funcionando até o fim do próximo ano.

Funções mais solicitadas

Há dois perfis de funcionários que disputam vagas sazonais nessa época: os que esperam permanecer no emprego e os que procuram apenas uma renda extra no final do ano. As funções mais solicitadas são: fiscais de loja, empacotadores atendentes, estoquistas, etiquetadores, operadores de telemarketing, auxiliar de crédito, analista de crédito e papai noel.
Os números divulgados nesta pesquisa referem-se apenas aos contratos de trabalho temporário, de acordo com a Lei 6.019/74, excluindo modalidades de contratação como estagiários, terceirizados e contratos informais.
O levantamento encomendado pela Asserttem e realizado pelo Ipema (Instituto de Pesquisa Manager) consultou empresas fornecedoras e tomadoras de serviços de trabalho temporário, além das entidades: Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo), Alshop (Associação dos Lojistas de Shopping do Estado de São Paulo), Apas (Associação Paulista de Supermercados), Abras (Associação Brasileira de Supermercados), FGV (Fundação Getúlio Vargas), e Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers).

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.
Categorias: vagas 1 comentário