Legião Urbana: quero colo, vou fugir de casa…

Um salve aos amantes da música. Alguns amigos que leram o texto dos Beatles acharam que eu desdenhei o grupo Rolling Stones. Ao contrário, a rebeldia e o rock deles é extremamente inspirador. Falando em rebeldia lembrei de passagens e mensagens na musica popular em geral, dadas por pessoas que, de alguma forma estão envolvidas no mundo da música ( algumas até que não estão mais entre nós materialmente falando). Essas mensagens usadas como puro markenting podem influenciar a cabeça de um adolescente menos informado ou mesmo um pai que passa a acreditar que aquele som será maléfico para seus filhos. A música gente é só música nada mais… Mesmo os Beatles fizeram uma canção intitulada “She’s leavin’home” (Ela está deixando a casa), que elogia uma jovem que sai de casa, atrás de prazer e alegria no mundo, para fazer o que ela quer. Me lembrei daquela do Capital Inicial: Natasha (Pneus de carros cantam….)
Já o rockeiro Alice Cooper declarou: “Rebelião é a base para o nosso grupo. Alguns dos jovens que nos escutam realmente são dementes; mas eles olham para nós como heróis porque seus pais nos odeiam tanto”. O Bruce Dickinson do Iron Maiden dissse certa vez a frase: “Tortura. Uma loucura total. Eis a nossa música”. Claro, o próprio nome do grupo remete para um instrumento de tortura da Idade Média.
Infelizmente o rapper Gabriel Pensador disse na música ‘Playboy’ “apenas mais um motivo pra eu tirar o sarro, sacanear o mendigo é a maior diversão…”. Depois jovens de classe média alta de Brasília (os chamados playboys) atearam fogo em um indivíduo (índio da tribo Pataxó) que dormia debaixo de um abrigo de ônibus, pensando que era um mendigo.Coincidência?!
Durante a história tivemos outras passagens como a do vocalista do The Doors , Jim Morrison , que afirmou: “Somos políticos e eróticos. O que nos interessa é a revolta e a desordem…”.Teve gente que foi mais longe como Johnny Rotten (mais conhecido como Joãozinho Podre) , líder do grupo Sex Pistols que declarou: “Sou um anti-Cristo… Quero é destruir”.
A quem diga que a banda Legião Urbana incitou adolescentes a deixar suas residências em “Pais e filhos” que diz: “Quero colo, vou fugir de casa…”. Exageros a parte precisamos buscar a sintonia fina com a música . Eu mesmo fui testemunha de muitos jovens que deixaram a violência e o mundo das drogas através da verdadeira música que é antes de tudo libertação. A consciência é de cada um. Eu hoje posso curtir um rock com meu filho no meu quartinho de música e não achar nada demais os sentimentos de paz que esses momentos me trazem.

Onde Deus Possa Me Ouvir
Composição: Vander Lee

Sabe o que eu queria agora, meu bem…?
Sair chegar lá fora e encontrar alguém
Que não me dissesse nada
Não me perguntasse nada também
Que me oferecesse um colo ou um ombro
Onde eu desaguasse todo desengano
Mas a vida anda louca
As pessoas andam tristes
Meus amigos são amigos de ninguém.
Sabe o que eu mais quero agora, meu amor?
Morar no interior do meu interior
Pra entender porque se agridem
Se empurram pro abismo
Se debatem, se combatem sem saber
Meu amor…
Deixa eu chorar até cansar
Me leve pra qualquer lugar
Aonde Deus possa me ouvir
Minha dor…
Eu não consigo compreender
Eu quero algo pra beber
Me deixe aqui pode sair.
Adeus…

Eduardo de Souza é Jornalista, Cantor, Compositor e faz questão de mostrar o quanto a música ensina a pensar sobre os sentimentos.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.