Como fechar negócios em eventos empresariais

O Brasil já se consolidou como um importante destino para os eventos de negócios, do Nordeste ao Sul milhares de feiras, rodas de negócio, encontros de network, workshops e outros formatos são responsáveis por colocar no mesmo lugar empresas e executivos querendo fazer bons negócios. Algumas cidades descobriram neles um grande filão para movimentar suas economias como São Paulo, Recife e Brasília, mas se estendermos nossa visão e incluirmos nesta conta os pequenos e médios eventos regionais, o potencial de negócios aumenta incrivelmente e com ele suas chances de ganhar dinheiro.

Para falar um pouco de como tirar proveito dos eventos de negócio vou separar em duas visões, a do empreendedor e o visitante.
1 :: O Empreendedor – A decisão de participar como expositor num evento já é por si só um ato de ousadia, dar a cara para bater, se posicionar como líder no seu mercado, seja local ou internacional. A qualidade do resultado estará ligada a fatores que dependem de você como a qualidade do stand, o material a ser distribuído, a performance da equipe de atendimento, etc. E também a fatores que não dependem como a divulgação, a organização, etc.
Assim, vamos nos prender a alguns fatores que dependem apenas de você e podem ser responsáveis por fazer com que sua empresa tire o máximo proveito. É preciso entender que o evento começa muito antes da feira, algumas empresas trabalham meses antes, seja na definição do orçamento, na escolha dos fornecedores e tudo mais. É nesta faze que você economiza, racionaliza alternativas e negocia preços e prazos.
No ato do evento, saia um pouco do stand, afaste-se e fique num local onde sua equipe não possa vê-lo. O que eles fazem? Ficam sentados todos juntos batendo papo? De costas para o público? Simplesmente entregam os brindes? Ou abordam gentilmente, mas com segurança, falam de sua empresa com paixão, entregam junto com o brinde o cartão de visitas?
Você vai dizer que em muitas feiras isso não é possível, é muita gente. Este é o papel das recepcionistas, filtrar o público geral de clientes em potencial. Aquele sujeito que percorre a feira enchendo a sacola com brindes, muito dificilmente vai prestar atenção em qualquer coisa, não perca tempo com ele.
Mas tenha um brinde especial para entregar a aquele visitante que entra, senta e conversa. Este veio fazer negócios e é com ele que deve gastar sua atenção. Às vezes, um bom negócio vale toda a feira. Por fim, há o pós-feira. Se você foi organizado alugou um daqueles leitores de código de barra e cadastrou todos que passaram no stand, agora pode enviar uma cartinha de agradecimento, um questionário para saber o que acharam da sua participação e também um catálogo.
Outro ponto interessante é conhecer os outros expositores, fazer a política da boa vizinhança. Se foi esperto, comprou seu espaço entre parceiros que são importantes ou que gostaria de ter. Então, ofereça sua faxineira ou segurança, seja gentil, se servir algum petisco ou bebida no seu stand, convide-os para provar. Não tente vender, tente fazer amigos, após a feira, será bem vindo entre eles.
2 :: O visitante – O que vai fazer numa feira? Procurar emprego? Ter uma idéia de negócio? Ver os concorrentes? Se respondeu a uma delas como sim, então vai ganhar dinheiro. Ao entrar na feira, vá decidido a fazer isto. Leia o material do evento, saiba onde estão e quem são os expositores, marque os de maior interesse mas não deixe de conhecer os outros.
Mesmo que seja um estudante, faça seu cartão de visitas, se for um profissional já deverá te-lo não é? Entregue a cada contato, o expositor quer aumentar sua base de cadastro e você quer notícias da empresa dele.
Leia com atenção os catálogos, converse com os atendentes, preferia dias e horários mais tranqüilos, para ter mais atenção. Não perca tempo recolhendo bugigangas, afinal, você quer ganhar dinheiro.
Tenha a mente aberta, vá a todos os que puder ir, não importa o tema, mesmo que não seja tão atraente, vá conhecer. Um novo contato é sempre bem vindo, você tem que fazer seu network e para isto, nem vou dizer que deve estar adequado ao momento, não é?
Se estiver numa feira de turismo e esportes radicais, usar tênis e jeans tudo bem, se estiver numa rodada de negócios do SEBRAE, usar terno e gravata é bem vindo. Use o bom senso.
Seja você um empreendedor ou um profissional participar de eventos e negócio é uma oportunidade impar, o Caminhando Junto, sempre divulga eventos em todas as partes do país, a maioria com entrada grátis, então, vá, faça bons contatos e feche bons negócios. A economia está se aquecendo rapidamente, alguns setores precisam de profissionais e fornecedores, não perca tempo, ok?

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.