A gente também fala bem de quem tem talento

Dia desses me ligou na redação do jornal um cara simples guardando ainda resquícios do mineirês e pedindo de forma terna que dissesse que tocaria e encerraria a noite do dia 11 de setembro do Festival Música do Mundo em Três Pontas, do qual já falei aqui no Caminhando Junto. Era Elder Costa, mineiro de Pouso Alegre, de quem eu tenho um prazer imenso de contar um pouco de sua história que teve participações especiais de Ana Carolina e Milton Nascimento.
Ele iniciou sua trajetória musical, estudando no conservatório estadual de Minas Gerais e lá participando de vários grupos musicais. Formou-se em violão erudito em 1995 pela Faculdade Mozarteum de São Paulo. Estudou violão com Toninho Horta e Juarez Moreira em Belo Horizonte. Depois lecionou violão popular no conservatório de Pouso Alegre e em São Paulo. No começo dos anos 90 formou a banda Toque de Midas. Com o grupo, gravou três álbuns e recebeu, em 1996, uma indicação para “Melhor Banda” no Prêmio Sharp, ao lado de Titãs e os Paralamas do Sucesso.
Em 1998, em parceria com Wolf Borges, lançou o disco “Ímpar”. A partir do ano seguinte até 2003, Elder integrou, como guitarrista, a banda da cantora Ana Carolina, participando do DVD “Ana Rita Joana Iracema Carolina” dividindo as guitarras com o produtor “Liminha”.
Em 2002 Elder Costa lançou seu primeiro trabalho solo, o CD “Lindas e Benditas”. Com participações de Milton Nascimento e Ana Carolina. O trabalho alcançou a marca de 12.000 cópias vendidas no mercado independente, trazendo uma atraente fusão de pop e MPB. Ainda em 2002, Elder participou da turnê de Milton Nascimento pelo circuito Telemig Celular de Cultura, ao lado de Maria Rita, Lô Borges e Marina Machado. No mesmo ano, participou do projeto Novas Caras da Música Brasileira, junto com Ivan Lins, Marina Lima, Zeca Baleiro, Chico César e Rita Ribeiro, lançado pela Abril Music.
Em 2003, a canção “Outro Lugar”, de sua autoria, foi gravada por Milton Nascimento no álbum “Pietá”. A música foi uma das mais executadas nas rádios de todo o País naquele ano. A mesma gravação fez parte da trilha sonora da novela “Cabocla” da Rede Globo. No período em que trabalhou com Ana Carolina e Milton Nascimento teve a oportunidade de atuar ao lado de artistas como: Toninho Horta, Beto Guedes, Lô Borges, Samuel Rosa, Maria Rita, Maria Bethânia, Marina Lima, e mais recentemente, ao lado de Luciana Melo, Max de Castro e Fabiana Cozza.
Em 2004, Elder gravou seu novo CD, “Só pra cantar pra você”, alcançando grande maturidade musical e extraindo uma textura e sonoridade refinadas em seus arranjos. Em 2005 e 2006, Elder viajou por 15 países europeus participando como violonista das turnês internacionais do lendário Trio Mocotó. Ainda em 2005 gravou o tema “Dona Benta” para o Sítio do Pica-Pau Amarelo da Rede Globo. Em 2008 concluiu o curso de complementação pedagógica em música e está atualmente em estúdio gravando seu novo álbum que também conta com a participação de “Milton Nascimento”.
Espero que um dia vocês possam ouvir e curtir as canções desse bom mineiro.

Florir I Elder Costa
Enquanto eu vi a lua mergulhar
Na aurora em que eu estava a te esperar
O orvalho inundou o meu sorriso
De cores e perfumes deste altar
Que é primavera
Que inicia o beija-flor
Na arte mais doce
De encontrar o néctar
E eu sempre soube
Que pra eu me banhar
Tanto faz o azul
Do céu ou do mar

A paixão nos prendeu de tal maneira
E a fera que andava afoita pelos campos
Achou de vir morar nos corações
Que seja agora o florir da nossa história
Mesmo que ninguém nos veja
Num beijo terno atrás da igreja
Sempre que eu viver eu vou te amar

No vídeo abaixo você confere a música Outro Lugar interpretada por Milton Nascimento e Elder Costa no programa Altas Horas.
Eduardo de Souza é jornalista, cantor, compositor e sempre que topa com alguém de talento é sincero em reconhecer e apoiar.

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.