Consumo de pizza em São Paulo só perde para Nova York

SAMPA PIZZA, a maior festa do Dia da Pizza comemora faturamento do setor, que no ano passado chegou a R$ 5 bilhões só na cidade de São Paulo, onde são consumidas mais de 370 milhões de pizzas por ano.
A ASSOCIAÇÃO PIZZARIAS UNIDAS DE SÃO PAULO resolveu comemorar em grande estilo o Dia da Pizza este ano na capital paulista. Nos próximos dias 10, 11 e 12 de julho, no bairro da Moóca, acontece o SAMPA PIZZA – a maior festa da pizza já organizada na cidade. Além de divulgar o prato preferido do paulistano e promover as 5.895 pizzarias de São Paulo, o evento também comemora o grande resultado do setor: em 2008, o faturamento foi de R$ 5 bilhões, com a venda de 370 milhões de pizzas. Para ter uma idéia da grandiosidade do desempenho deste mercado, em todo o Brasil, o faturamento das pizzarias foi de R$ 14,8 bilhões, ou seja, 30% do faturamento nacional foi registrado só na capital de São Paulo – um consumo que só perde para a cidade de Nova York.
O paulistano come tanta pizza por ano, que se elas fossem colocadas lado a lado em linha reta, daria uma distância de 129 milhões e 500 mil quilômetros, o suficiente para ir e voltar à Lua 168 vezes. Se as pizzas fossem empilhadas, chegariam a uma altura de 370 mil metros, o equivalente a 41 montanhas Everest.
Há hoje no Brasil 32.600 pizzarias em funcionamento. Só na cidade de São Paulo já são 5.895 estabelecimentos cadastrados onde a pizza é a estrela principal, que geram, hoje, mais de 100 mil empregos diretos e 15 mil indiretos. A geração de empregos deste setor em nível nacional já chega a 340 mil ao ano.
Segundo a Associação das Pizzarias Unidas de São Paulo, o crescimento do setor em 2009 deverá ser de 7,5%. “Todas as vezes que se fala em crise ou recessão, o faturamento das pizzarias decola, pois trata-se de um produto que facilmente substitui as saídas para jantar fora quando a intenção é diminuir as despesas da família”, explica Carlos Saltal, presidente da Associação.
A primeira pizza redonda foi criada em 1889, em homenagem à rainha da Itália, Margherita. Preparada com ingredientes com cores da bandeira italiana (queijo branco, manjericão e tomate), a pizza margherita é hoje uma das mais pedidas em São Paulo. A história da Pizza no Brasil está diretamente ligada ao processo de imigração italiana na cidade de São Paulo e o bairro da Mooca, reduto dos imigrantes italianos, tornou-se o pioneiro na criação de pizzarias, algumas delas centenárias.

SEMANA DA PIZZA EM SÃO PAULO

Dias 6 e 7 de julho (segunda e terça-feira)
Palestras gratuitas para empresários de pizzarias, com o tema: Oportunidades em Tempos de Crise, em parceria com o SEBRAE.
Local: SENAI – Barra Funda / Das 9h00 às 16h00
Vagas Limitadas / Inscrições: 0800 5700800

Dia 8 de julho (quarta-feira)
Distribuição gratuita de pizzas para crianças do Instituto Meninos de São Judas Tadeu
Local: atrás da Igreja de São Judas Tadeu, próximo ao metrô S.Judas
Horário: 11h00 às 15h00

Dias 10, 11 e 12 de julho (sexta, sábado e domingo)
SAMPA PIZZA – Festa de Rua na Mooca
Abertura – 10/07, às 18h00 – com a presença de autoridades dos governos municipais e estaduais de São Paulo e apresentação da maior pizza do Brasil.
Dias 11 e 12/07, das 11h00 às 21h00
Barracas com vários tipos de pizzas (tradicional, frita, cone, forno a lenha, forno a gás, quadrada, salgadas e doces), atrações musicais típicas paulistanas e italianas, concursos, artesanatos e recreação infantil.
Local: Rua Catarina Braida, entre as ruas Taquari e Marcial – Moóca.


Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.