Dia do Meio Ambiente. Qual o seu compromisso?

Com a proximidade do Dia do Meio Ambiente, desde o começo do mês tenho recebido uma tonelada de releases sobre ações corporativas relacionadas à ecologia, melhor aproveitamento de recursos energéticos, etc. Depois de ler vários deles, decidi não postar nenhum e explico.
Ao implantar uma ação corporativa de Responsabilidade Social Empresarial, nenhuma das empresas mostrou que seu programa foi capaz de mudar o comportamento de colaboradores e comunidade. Sem isto, não adianta a empresa reduzir em 35% o consumo de energia elétrica ou a montadora dizer que a maior parte de sua área é composta por uma reserva ecológica. Isto tudo é pontual.
O reflexo disto é o comportamento das corporações quando se trata de estabelecer metas para a redução da emissão de carbono, por exemplo, ninguém sabe o que fazer. Então surge um cara querendo emplacar um projeto que ganhe prêmios, certificados, apareça na mídia, mas não se importa se o colaborador será influenciado. E quando isto não acontece, o funcionário não vai levar o comportamento para casa e sem isto, seus filhos, esposa e vizinhos também não serão influenciados.
A empresa apareceu bonita na foto, mas foi só, só isto que importou. Então, como o planeta mostra que tudo isto é ineficiente? Fácil, destruindo as áreas de cultivo no nordeste brasileiro e causando um prejuízo de R$ 1 bilhão e, pelo menos, 35 mortes. Ou em Santa Catarina onde o governo do estado perdeu R$ 236 milhões em arrecadação, sem falar no custo de reconstrução, e, também dos US$ 370 milhões de perdas em exportações. E quando alguém pergunta se o excesso de chuva tem relação com o aquecimento global, é só responder que o Atlântico está mais quente em sua superfície entre 1 e 2 graus.
Há poucos dias, a Fundação João Pinheiro divulgou uma pesquisa mostrando que o motorista paulistano perde pelo menos duas horas do seu dia nos engarrafamentos, é como se o dia passasse a ter 22 horas úteis, todos os dias. Por quê? Porque a cada hora o Brasil ganha 500 novos carros nas ruas, para você ter uma idéia, nascem 15 brasileiros na mesma hora, segundo o IBGE.
Eu sozinho não posso muita coisa. Você idem, assim como seu vizinho. Mas quando todos entendermos que não dá para sair de casa sozinho no carro, que não dá para manter uma válvula de descarga que consome até 10 litros de água por vez, que não dá para continuarmos produzindo uma média de 1,3 quilos de lixo por dia, então a história vai mudar. Tudo isto é comportamental, não importa se vai aparecer na TV, importa é que este planeta foi capaz de cuidar da gente por muitos séculos, mas se não aprendermos a cuidar dele, as coisas vão piorar muito.
O dia do Meio Ambiente será comemorado nesta sexta, dia 5 de junho. Certamente, você vai assistir a comerciais incríveis na TV, vai ler reportagens sobre o que as empresas estão fazendo, mas tente ser crítico, tente perceber o que está além dos holofotes. Muitas estão simplesmente cumprindo a legislação, outras apenas apagando o mal que já fizeram à natureza, poucas estão mudando mentalidades. Ao perceber isto, olhe em volta, na sua casa o que pode ser mudado?

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.