Oi Futuro seleciona projetos de tecnologia social de todo o país

Acho sempre muito complicado ficar buscando informações sobre editais de financiamento ou patrocínio de projetos, por isto gosto de compartilhar aqueles que recebo. Porque faço isto? Porque se você não estiver trabalhando ou estiver insatisfeito com o seu trabalho, pode muito bem, levar uma boa idéia a uma instituição e juntos transformar sonho em realidade. Eu mesmo fiz isto por alguns anos e por isto fico atento às oportunidades.
O Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi, lança no próximo dia 27 de abril o edital de seleção para o Programa Novos Brasis 2009, de apoio e parceria com organizações sem fins lucrativos para a viabilização de idéias inovadoras que utilizem a tecnologia da informação e comunicação para acelerar o desenvolvimento humano. Este ano, pela primeira vez, o edital está aberto a projetos de todo o país.
A seleção terá como foco o desenvolvimento de tecnologias sociais que possam ser replicadas para outras organizações sociais. Serão valorizados critérios como inovação, criatividade, capacidade de apresentação de diagnóstico da comunidade atendida e de monitoramento do trabalho realizado. O programa busca apoiar projetos com diretrizes e objetivos bem definidos que tenham como base o uso da tecnologia para informação e comunicação.
Desde 2004, o Novos Brasis investiu cerca de R$ 7,5 milhões e beneficiou mais de 40 mil pessoas com 70 projetos que já se tornaram realidade. “Por meio do programa, o Oi Futuro busca contribuir para fazer a diferença na vida de milhares de pessoas que passam a ter acesso ao conhecimento de forma mais rápida e autônoma”, revela Samara Werner, diretora de Educação do instituto.
O edital é voltado para organizações do Terceiro Setor sem fins lucrativos e devidamente legalizadas. Após a seleção das propostas, que será realizada por um grupo de especialistas, o Oi Futuro acompanhará a implantação de cada iniciativa, auxiliando na gestão e na avaliação do impacto das atividades. A partir dessa edição, a parceria com o instituto de responsabilidade social da Oi se dará por 15 meses, três meses a mais do que nos anos anteriores.
“A construção de tecnologias sociais é uma das metas do Novos Brasis. Educação à distância, produção de software, uso social do celular e formação e fortalecimento de redes de conhecimento são exemplos de projetos já apoiados pelo programa”, completa Samara.
Entre as iniciativas selecionadas pelo Novos Brasis no ano passado, o Sertão.Net, realizado pelo Instituto de Permacultura da Bahia, promove, através de videoconferências, encontros entre 53 pequenos agricultores do semi-árido baiano e cerca de 100 da Índia para troca de informações. Já o Celulares Indígenas, da ONG Thydewas, capacitou 60 índios que passaram a utilizar o celular para produzir vídeos sobre sua realidade e inserir no portal Índios On-Line
www.indiosonline.org.br.
Por apostar no desenvolvimento de soluções sociais, o Novos Brasis dispõe ainda de uma rede virtual de relacionamento para troca de experiência entre os parceiros. Também são realizados encontros anuais, onde os integrantes de todas as organizações se conhecem pessoalmente e iniciam conversas para parcerias concretas.
As inscrições, assim como as regras de participação, estarão disponíveis no site
www.oifuturo.org.br de 27 de abril a 12 de junho. As organizações podem inscrever mais de um projeto, desde que atendam às exigências do regulamento.

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.