Modelo de projeto para captação de recursos

Sempre que posso, tento divulgar oportunidades para inscrição de projetos, pois esta é uma informação que muita gente gosta de guardar á sete chaves. Uma grande bobagem, informação é mesmo para ser partilhada, pois nem sempre terá utilidade para um, mas pode ser vital para outro.
Além da dificuldade em saber quem está disponibilizando verbas para projetos, há uma tremenda dificuldade em escreve-los. As fundações e empresas que destinam verbas estão a cada dia mais exigentes e profissionais na gestão dos projetos, isto em tese, garante que o dinheiro será bem aplicado, em projetos que terão o maior impacto possível e principalmente, dá para avaliar se o projeto se sustenta após o fim do patrocínio, o que é muito importante.
Na verdade, não há um modelo oficial para isto, cada agência ou fundação tem sua metodologia para avaliar, mas um bom ponto de partida é o modelo utilizado pela Petrobrás. Aconselho por ser um dos processos mais exigentes que conheço, o nível de detalhamento das informações vai obrigar você a checar uma série de informações antes de enviar para avaliação.
Se desejar saber mais sobre este modelo, basta clicar aqui.
Agora, um conselho sempre útil: não minta, não exagere, não forçe a barra nem para mais, nem para menos. Se o custo do projeto é 100 mil reais, não tente imaginar que dá para fazer com metade, muito menos acreditar que pode superfaturar e ficar com o excedente. O setor está a cada dia mais profissional e se queimar o filme com alguém, queimou com todo mundo, ok?

Este artigo pertence ao Caminhando Junto Blog.

Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.